Publicidade

Estado de Minas

BH tem fim de tarde com temporal, quedas de árvores e alagamentos

A Defesa Civil da cidade já havia emitido um alerta para temporais. Descargas elétricas e trovoadas assustaram os moradores. O trânsito ficou lento em alguns pontos


postado em 30/01/2018 18:19 / atualizado em 30/01/2018 22:54

Ver galeria . 10 Fotos Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press )

O temporal que atinge Belo Horizonte no início da noite desta terça-feira eleva o risco de inundação em alguns pontos da cidade. No Bairro Prado, na Região Oeste da capital, várias vias ficaram alagadas. Quedas de árvores também foram registradas. A Defesa Civil da cidade já havia emitido um alerta para temporais. Descargas elétricas e trovoadas assustaram os moradores. O trânsito ficou lento em alguns pontos.



Um dos trechos onde os alagamentos são constantes voltou a ser tomado pela água. A Avenida Francisco Sá, na Região Oeste, ficou com pontos de alagamento. De acordo com o funcionário de uma padaria no Bairro Gutierrez, a chuva durou aproximadamente 30 minutos. "Choveu muito forte. Alguns pontos da Avenida Francisco Sá ficaram intransitáveis", disse Dionísio Figueiredo, de 72 anos. O comerciante informou que um bueiro não aguentou a força da água próximo à Rua Bernadino de Lima. "A tampa foi carregada pela água. Estava muito alta. Mas a chuva parou por volta das 18h20 e a situação foi contida", contou.

Pouco tempo depois do início da chuva, o primeiro risco foi detectado. A Defesa Civil emitiu um alerta, por volta das 18h10, pedindo aos motoristas que evitassem trafegar na Rua Jacques de Morais, nos cruzamentos com Rua Real Madrid, na Avenida Heráclito Mourão de Miranda, com Rua Tocantins, no Bairro Alípio de Melo. O motivo foi o aumento dos níveis dos córregos Ressaca e Coqueiros.

Pouco tempo depois, outros córregos também subiram rapidamente e ameaçaram transbordar, como o Córrego do Leitão, próximo a Rua Mato Grosso e Tamoios, Córrego Cachoeirinha, na Avenida de mesmo nome, na Região Nordeste de BH, e Córrego Sarandi, na Avenida Clóvis Salgado. O Corpo de Bombeiros também registrou uma queda de árvore na Avenida dos Andradas, no Bairro Esplanada, na Região Leste. A corporação informou que há registro de vários outras quedas. A Rua Grão Mogol com Avenida do Contorno, no Bairro Sion, na Região Centro-Sul, está interditada por causa de uma árvore.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, uma casa  na Rua das Flores, no Bairro Nova Suíça, na Região Oeste, foi atingida por um muro. Com isso, uma árvore de grande porte, presente no terreno, corre risco de tombamento. 

Por meio das redes sociais, internautas comentaram o temporal. “Céu está desabando em BH. Que chuva é essa”, disse Thais Gomes. “Mas que chuva é essa BH?”, questionou Stella Carvalho. “Queria estar em BH, amo chuva”, disse Isabella Drumond.

O temporal já havia sido previsto pelo serviço de meteorologia devido à aproximação de uma frente fria em Minas Gerais. Mais cedo, a Defesa Civil emitiu um alerta para a possibilidade de temporais, acompanhados de rajadas de vento, que podem chegar até 50 quilômetros por hora, e raios. O aviso vale até a manhã desta quarta-feira.

Trânsito

Motoristas que voltavam para casa no final da tarde também tiveram que ter paciência. Retenções foram registradas em vários trechos da cidade. Na Avenida Amazonas, longas filas de veículos se formaram devido a sinais que ficaram em flash. As retenções começaram próximo ao cruzamento com a Avenida Barbacena. No Cruzamento com a Avenida do Contorno, o trânsito ficou parado em todos os sentidos.

Outro local onde o trânsito ficou praticamente parado foi a Avenida Nossa Senhora do Carmo, na Região Centro-Sul. A BHTrans registrou grande volume de veículos entre a Avenida do Contorno e a Rua Colômbia, em direção ao bairro. Em direção ao Centro, o congestionamento é entre o Trevo do Belvedere e a Uruguai.

Previsão

Segundo o Instituto Tempo Clima PUC Minas, no decorrer dos próximos dias, o tempo fica encoberto a nublado com pancadas de chuva na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há risco de tempestade com acentuado volume de chuva na capital. As temperaturas devem ficar entre 20 e 25 graus.

A Defesa Civil também alerta para a possibilidade de chuva, com raios e rajadas de vento (em torno de 50 km/h) até 8h de quarta-feira. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade