Publicidade

Estado de Minas

Golpistas são flagrados com chupa-cabras em agência bancária na Savassi em BH

Dupla estava instalando equipamento artesanal para reter cartão de clientes em terminais eletrônicos. Eles colocavam adesivo com informações de uma falsa central de atendimento


postado em 27/01/2018 17:40

Quando chegaram na agência, policiais encontraram cartões presos em máquinas(foto: PMMG/Divulgação)
Quando chegaram na agência, policiais encontraram cartões presos em máquinas (foto: PMMG/Divulgação)
Carnaval já está tomando conta das ruas de Belo Horizonte, mas nem tudo é festa, já que junto com o público vem as pessoas mal-intencionadas. E foi por meio de uma denúncia anônima que a folia de dois golpistas acabou mais cedo, neste sábado, com a chegada dos militares da 4ª Companhia do 1º Batalhão da PM, que flagraram a dupla instalando mecanismo (chupa-cabra) para reter cartões em terminais eletrônicos de uma agência bancária na Savassi, Centro-Sul da capital.

De acordo com o sargento Adenilson Vieira, da VP 23.511, uma chamada do telefone 190 informou que havia um homem em atitude suspeita mexendo nos caixas eletrônicos. Com o soldado Jonathas, o sargento seguiu para a agência a tempo de prender os criminosos, Samuel Alves de Oliveira, morador de Contagem, e Agneildo Levino dos Santos, de Rondônia, ambos de 31 anos.

Golpe é aplicado com mecanismos simples(foto: PMMG/Divulgação)
Golpe é aplicado com mecanismos simples (foto: PMMG/Divulgação)
om a dupla, foram encontrados cartões de clientes do banco e os mecanismos montados com fita colante, um suporte de plástico e pedaços de chapa de radiografia, que eram introduzidos nos terminais para reter os cartões. De acordo com Adenilson, o golpe consiste em instalar o equipamento e colar um adesivo com um suposto telefone de atendimento da instituição bancária para atendimento ao cliente.

“A pessoa tem o cartão preso no mecanismo e, quando liga para o telefone falso, uma pessoa que se passa por funcionário do banco solicita todos os dados do correntista, incluindo senha. Os clientes devem ficar atentos a situações como essas. Se o cartão ficou preso, não aceite ajuda de estranhos e nem ligue para qualquer telefone se não tem certeza de que seja do atendimento bancário. Se for o caso, chame a polícia”, alertou o militar. Para o sargento, a denúncia anônima também é importante para tirar de circulação esses criminosos, que nos festejos de carnaval tendem a agir com mais frequência.

Com os dois criminosos foi apreendida a quantia de R$ 1 mil de provável saque bancário(foto: PMMG/Divulgação)
Com os dois criminosos foi apreendida a quantia de R$ 1 mil de provável saque bancário (foto: PMMG/Divulgação)
Os dois homens foram presos em flagrante por estelionato. Com eles foi apreendida a quantia de R$ 1 mil, que caberá à Polícia Civil investigar se é de algum saque em conta de clientes que tiveram seus cartões furtados encontrados com os bandidos. Uma caminhonete em que os criminosos estavam foi apreendida. Já se sabe que a falsa central de atendimento funciona em São Paulo e acredita que os dois presos são apenas parte de uma quadrilha maior especializada nesse tipo de golpe. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade