Publicidade

Estado de Minas

Jovem é morto a tiros ao socorrer pedestre com braço quebrado em BH

Vítima foi socorrer homem que havia caído e fraturado um braço, quando carro se aproximou. Houve uma discussão com os ocupantes e o rapaz foi baleado


postado em 09/01/2018 08:12 / atualizado em 09/01/2018 08:16

Um jovem saiu de casa para socorrer uma vítima de acidente e acabou morto a tiros na noite de segunda-feira no Bairro Urca, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Phelippe Barbosa da Silva, de 22 anos, teria sido atingido por quase 20 disparos. 

O crime ocorreu por volta das 21h na Rua Urca. De acordo com a Polícia Militar (PM), testemunhas disseram que o rapaz saiu de casa para socorrer um homem que havia caído na rua e quebrado o braço. Em seguida, um Ford Ka preto parou perto da vítima e ele discutiu com os ocupantes, que desembarcaram e atiraram nele. O motivo do bate-boca não foi esclarecido. As testemunhas chegaram a ouvir Phelippe dizer “não façam isso comigo”. 

A morte da vítima foi constatada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ainda segundo a PM, a perícia encontrou 19 estojos de munição calibre ponto 40 perto do corpo do rapaz. Os disparos atingiram Phelippe na cabeça e no tórax. Um celular que seria da vítima foi recolhido. A ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan 4). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade