Publicidade

Estado de Minas

Ladrões assaltam motorista de aplicativo e fazem família refém no Barreiro

Mulher e duas filhas do motorista vinculado à 99POP foram amarrados por cerca de quarenta minutos e ameaçados de morte


postado em 05/01/2018 09:49 / atualizado em 05/01/2018 11:57

Um motorista do 99POP, aplicativo de transporte de passageiros, a mulher dele e as duas filhas do casal foram feitos reféns, amarrados e ameaçados de morte por criminosos durante um assalto na noite dessa quinta-feira no Bairro Vale do Jatobá, na Região do Barreiro. 

De acordo com a Polícia Militar, o homem, de 45 anos, terminava uma corrida pelo aplicativo no bairro Jaraguá, na Pampulha, por volta de 21h, quando foi abordado e rendido por quatro homens. 

Os assaltantes, em um Siena preto, cercaram o carro do motorista, um HB20, e colocaram o condutor nos bancos de trás do veículo dele. Os criminosos então mandaram que ele os levasse até a casa da família do condutor. 

Ainda segundo a Polícia Militar, os assaltantes chegaram ao imóvel no Vale do Jatobá, no Barreiro, e amarram o motorista, a mulherdele e as duas filhas, de 8 e 16 anos. A família foi ameaçada de morte por cerca de quarenta minutos. 

Roupas, jóias, perfumes, televisões e outros pertences foram roubados. Os assaltantes deixaram a casa no HB20 e abandonaram os familiares amarrados. O motorista conseguiu se soltar das cordas e acionou a Polícia Militar. 

O veículo usado pela vítima para trabalhar tem rastreador e os dados de satélite foram repassados aos policiais, que acompanharam a movimentação dos assaltantes. Segundo a corporação, os criminosos passaram por diversos lugares até estacionarem o veículo no Bairro Morro Alto, em Vespasiano. 

Com as informações do satélite, militares foram ao local e encontraram o carro com o motor ainda quente e suspeitaram de que os ladrões estariam próximos ao local onde estava o carro. Rondas foram feitas na região e, quando os militares retornavam ao local onde o HB20 estava estacionado, encontraram os quatro homens se preparando para entrar no veículo novamente. 

Segundo o boletim de ocorrência, ao ver os PMs, um dos assaltantes atirou contra os militares, que revidaram ação, feriram e prenderam o homem. O comparsa que estava ao lado do assaltante ferido acabou baleado e também detido. um terceiro envolvido, armado, pulou em um barranco e fugiu.

Enquanto os militares trocavam tiros com os dois criminosos, outro assaltante que integrava o grupo entrou no HB20 e deixou o local. Durante a fuga ele tentou atropelar uma policial. A militar não se feriu e atirou contra o veículo. O assaltante perdeu o controle e desceu do carro com as mãos na cintura simulando pegar uma arma, conforme a PM.

Ele foi baleado e detido por uma viatura do Tático Móvel que fazia a perseguição e ainda tentou fugir a pé, mas foi preso. Os três assaltantes que ficaram feridos, Emerson Nascimento, de 21 anos, Wando Damasceno, de 29, e Wagner Miranda, de 19 anos, foram socorridos ao Hospital Risoleta Neves, onde estão internados sob escolta policial. 

Todos os pertences da família foram recuperados e, além dos criminosos, nenhum PM ou integrante da família ficou ferido. 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade