Publicidade

Estado de Minas

Policial civil é assassinado em Juiz de Fora e ex-mulher é suspeita

Morte foi na madrugada desta terça-feira. Policial estava em processo para se aposentar e era lotado na Ceflan Barreiro, em BH


postado em 14/11/2017 11:55 / atualizado em 14/11/2017 13:00

Um policial civil que estava em processo para se aposentar foi assassinado na madrugada desta terça-feira em Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais. 

De acordo com a Polícia Civil, o homem, de 57 anos, era lotado na Central de Flagrantes Barreiro, em Belo Horizonte, e foi morto a tiros. A ex-mulher do policial é suspeita de ter cometido o crime. Uma arma que teria sido usada foi apreendida próximo ao local onde o corpo de Antônio Geraldo Peters Netto foi encontrado. 

Ainda conforme a corporação, a investigação foi iniciada e buscas pela mulher estão sendo realizadas. O inquérito está na Delegacia de Homicídios de Juiz de Fora.
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade