Publicidade

Estado de Minas

PMs apreendem carro comprado ilegalmente para rodar em serviço de aplicativo

Motorista demonstrou nervosismo em abordagem policial. Militares chegaram a homem que aparecia como proprietário do carro, mas ele negou ter comprado o veículo e afirmou que usaram seu nome indevidamente


postado em 11/09/2017 22:11 / atualizado em 11/09/2017 22:43

Ford KA foi apreendido, depois de constatado que houve fraude em sua aquisição(foto: PMMG/Divulgação)
Ford KA foi apreendido, depois de constatado que houve fraude em sua aquisição (foto: PMMG/Divulgação)

Militares da 22º Companhia do 16º Batalhão da PM apreenderam um veículo Ford KA, adquirido de forma ilegal, que estava sendo usado para rodar na prestação de transporte de passageiros por aplicativo. O condutor do carro foi abordado nesta segunda-feira pelos policiais no Bairro Santa Cruz, Nordeste de Belo Horizonte.

O nervosismo do motorista parceiro do aplicativo despertou a atenção dos PMs. Ao apresentar o certificado de licenciamento do automóvel, os militares perceberam que estava em nome de terceiros. O condutor então contou que pegava o KA com um amigo para rodar pelo aplicativo e que desconhecia a pessoa que aparecia como proprietária.

 

Os PMs então seguiram para o endereço do homem que emprestava o carro, uma oficina mecânica no cruzamento das ruas José Maurício da Veiga e Manoel Passos, no mesmo bairro. No local, a pessoa citada pelo motorista confirmou que emprestava o veículo para o colega trabalhar com o transporte de passageiros por aplicativo. Porém, se complicou ao dizer que comprou o automóvel de um homem que se chama João, mas não soube informar detalhes sobre o vendedor.

Os policiais então fizeram alguns levantamentos e chegaram à pessoa que aparecia como proprietária do KA. O homem disse que não conhecia as pessoas envolvidas e que nem comprou o carro. E acrescentou que nunca teve documentos extraviados e nem emprestou seus dados para que fosse realizada tal operação.

Diante das evidências de crime de estelionato, os dois suspeitos foram detidos e o veículo apreendido. Os autores foram presos em flagrante por estelionato e levados para o plantão do Detran.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade