Publicidade

Estado de Minas

Sobe para três o número de mortos de explosão em Usina da Gerdau

Neste domingo, o prestador de serviços da empresa Oil Trade, Sandro Barbosa Gomes, de 38 anos, morreu em um hospital de Belo Horizonte


postado em 03/09/2017 18:02 / atualizado em 03/09/2017 18:21

Explosão aconteceu em 15 de agosto(foto: Sindob/Divulgação)
Explosão aconteceu em 15 de agosto (foto: Sindob/Divulgação)
Subiu para três o número de mortos na explosão na usina da siderúrgica Gerdau em Ouro Branco, Região Central de Minas, a 116 quilômetros de Belo Horizonte. O acidente aconteceu em 15 de agosto deste ano. Segundo a empresa, o prestador de serviços da empresa Oil Trade, Sandro Barbosa Gomes, de 38 anos, morreu neste domingo. O homem estava internado no Hospital João XXIII, na capital mineira, há 20 dias.

A Polícia Civil investiga as causas e responsabilidades da explosão. O acidente aconteceu quando um grupo trabalhava na manutenção da parte inferior da coqueria 2 da usina – um forno em que se produz o coque, derivado de carvão mineral essencial à fabricação do aço. Duas pessoas, um funcionário da empresa e de um integrante de uma empreiteira, morreram na hora. As vítimas foram identificadas como Fernando Alves Peixoto, de 40 anos, e Cristiano Rodrigo Marcelino, de 35.

Outras 10 pessoas foram encaminhadas para hospitais de Ouro Branco e de Belo Horizonte. Três ainda seguem internados em unidades de saúde da capital. Por meio de nota, a Gerdau afirmou que está prestando apoio às famílias das vítimas.

Este foi o terceiro acidente em nove meses. No ano passado, ocorrências na usina em novembro e em dezembro provocaram cinco mortes. A Polícia Civil confirmou que investiga os casos. Porém, as apurações seguem em segredo de Justiça.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade