Publicidade

Estado de Minas

Obras e redutores de velocidade deixam o trânsito lento na BR-040, em Congonhas

O congestionamento próximo ao km 611 provoca 16 quilômetros de retenção, sendo oito para cada lado


postado em 18/08/2017 19:00

Longas filas de veículos se formaram na rodovia(foto: Cristiane Andrade)
Longas filas de veículos se formaram na rodovia (foto: Cristiane Andrade)
Motoristas que passam pela BR-040 vivem um dia de caos e paciência nesta sexta-feira. Depois de um acidente provocar o fechamento da rodovia por três horas e provocar longas filas, agora a lentidão é provocada por redutores de velocidade em Congonhas, na Região Central de Minas Gerais. O congestionamento próximo ao km 611 provoca 16 quilômetros de retenção, sendo oito para cada lado.

De acordo com a Via 040, concessionária responsável pela rodovia, os redutores de velocidade foram instalados no trecho por causa de obras que são realizadas em um viaduto próximo ao local. São dois quebra-molas instalados, um de cada lado da via. Por causa da redução da velocidade, longas filas de veículos se formaram. A previsão é que as obras continuem até outubro.

Mais cedo, os motoristas enfrentaram um longo congestionamento próximo ao local por causa de um acidente. A pista ficou interditada por quase três horas na divisa entre Congonhas e Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais. O fechamento foi por causa de um caminhão que tombou no trecho. As filas de veículos atingiram15 quilômetros, sendo seis em direção a Belo Horizonte, e outros nove na pista que leva até o Rio de Janeiro.

O acidente na BR-040 aconteceu por volta das 13h. O caminhão seguia pela rodovia quando o motorista perdeu o controle da direção. O veículo tombou próximo ao km 603 e ficou atravessado na pista, o que interditou os dois sentidos. A carga que era transportada ficou espalhada. A PRFe a Via 040, concessionária responsável pela estrada, foram para o local e conseguiram fazer a liberação. Não há informações sobre feridos e as causas da ocorrência.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade