Publicidade

Estado de Minas

Filha é suspeita de encomendar morte da mãe por herança

Crime aconteceu na casa da vítima em janeiro deste ano.


postado em 18/08/2017 15:43 / atualizado em 18/08/2017 18:26

Em janeiro deste ano, Darina Regina Diniz Costa, de 70 anos, foi assassinada por dois homens. Na tarde desta quinta-feira, um dos suspeitos, que ainda estava foragido desde a época do crime, foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Capim Branco, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com a prisão dos dois homens, as investigações apontaram que Darina teria sido morta por encomenda da própria filha, com ajuda do marido e filho.


De acordo com o delegado responsável pelo inquérito, Rodrigo Otávio Rodrigues, o crime foi motivado por razões financeiras. Darina tinha acabado de receber uma herença no valor de R$ 200 mil. Enquanto isso, sua filha e o genro passavam por dificuldades financeiras desde 2016. A idosa teria posto fim às regalias da filha, que vinha se apropriando da aposentadoria dos pais, e isso teria motivado o crime.

 

O crime aconteceu na casa da vítima em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte. No dia da execução, o neto de Darina acompanhou os dois homens até a casa da avó, facilitando a entrada deles na residência. Enquanto o adolescente conversava com a avó para distraí-la, um dos suspeitos atingiu Darina na cabeça, dando início a uma série de agressões contra a idosa até causar a sua morte. Em seguida, forjaram uma tentativa de suicídio. Segundo a perícia, a idosa teve três costelas quebradas e várias lesões no crânio.


O delegado ainda chama a atenção para o fato de que o crime foi todo premeditado. “A filha levou o pai, de 80 anos e portador de Alzheimer, para um sítio na cidade de Dores do Indaiá, deixando a mãe sozinha em casa para que os autores cometessem o crime. Cerca de cinco meses após o indiciamento dos suspeitos, esse senhor também morreu. A suspeita é de que a filha também tenha participação nesse crime", declarou ele. Desde julho, a polícia não tem notícias do paradeiro do casal e seu filho.

 

*Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade