Publicidade

Estado de Minas

Bombeiros resgatam corredor após acidente em montanha no Sul de Minas

Praticante de corrida em trilha machucou um dos pés e precisou ser resgatado de helicóptero na Pedra da Mina, com 2,7 mil metros de altitude


postado em 14/08/2017 10:45 / atualizado em 14/08/2017 10:58

Esportista recebeu os primeiros socorros dos bombeiros e também foi atendido por uma equipe do Samu(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Esportista recebeu os primeiros socorros dos bombeiros e também foi atendido por uma equipe do Samu (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Um praticante de corrida em trilha foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros nesse domingo após sofrer um acidente no alto da Pedra da Mina, uma das montanhas mais altas do país, em Passa Quatro, no Sul de Minas Gerais.

A montanha fica na divisa com São Paulo, na Serra da Mantiqueira, e tem mais de 2,7 mil metros de altitude. Segundo o Corpo de Bombeiros de Varginha, o rapaz participava de um treino, no início da tarde de domingo, quando sofreu um entorce no tornozelo em um local de difícil acesso. Ele conseguiu pedir ajuda e os bombeiros foram acionados.

Conforme os bombeiros, a ocorrência chegou inicialmente ao pelotão de São Lourenço, mas, como seria difícil chegar por terra, eles solicitaram apoio do helicóptero em Varginha. O primeiro sobrevoo foi para localizar a vítima, que estava no cume da Pedra da Mina, em um ponto com ar rarefeito. Para facilitar o pouso, os militares precisaram retornar e retirar alguns equipamentos para deixar o helicóptero mais leve. Depois disso, a vítima recebeu os primeiros socorros e foi transportada até o aerporto de São Lourenço, onde foi deixada aos cuidados de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Vídeo mostra bombeiros avistando o rapaz


O corredor, Juan Siqueira, publicou um vídeo em sua página do Facebook agradecendo aos militares e aos amigos que, segundo ele, acionaram a corporação. Ele também faz um alerta aos interessados em praticar esse tipo de trilha, para que sempre procurem um guia especializado. Assista:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade