Publicidade

Estado de Minas

Idoso é preso por estuprar adolescente que aguardava ônibus para ir à escola na Grande BH

O crime aconteceu em maio deste ano em Raposos. Homem foi detido nessa quinta-feira em cumprimento de mandado de prisão. Ele afirma que sexo foi consensual


postado em 11/08/2017 17:08 / atualizado em 11/08/2017 17:27

Um idoso de 65 anos foi indiciado por estuprar uma adolescente de 12 anos em Raposos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O crime foi cometido em maio deste ano. A vítima estava em um ponto de ônibus antes de ir para a escola quando foi abordada pelo homem. Ela relatou que ele utilizou de violência e ameaçou matar familiares dela caso ela relatasse os abusos sexuais. Antônio Barbosa da Costa foi detido nessa quinta-feira depois que a Justiça decretou sua prisão, e apresentado nesta sexta-feira. Se condenado, pode pegar até 15 anos de reclusão. Ele confirma que fez sexo com a garota, mas que foi consensual.

O caso foi denunciado pela própria adolescente. Junto com a avó, ela foi até uma delegacia de Nova Lima, cidade vizinha a Raposos, e relatou como aconteceu o crime. Em depoimento prestado à delegada Karina Resende Oliveira, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, a garota contou que estava em um ponto de ônibus quando foi abordada. “O crime foi em maio deste ano. Ela contou que esperava o coletivo para ir para a escola, quando o homem apareceu e a levou para um matagal. Lá, praticou sexo forçadamente com ela. Inclusive, colocou um pano na boca da garota para evitar que ela gritasse”, explicou a delegada.

O idoso já era conhecido da família da vítima. Ela alegou que avistou ele uma única vez na casa da tia dela, onde também mora junto com a avó. “Enquanto ele praticava os atos, dizia que mataria a tia e a avó, dando indícios que sabia da questão familiar dela”, contou Karina Oliveira.

O depoimento do irmão da vítima, mostra que o idoso já vinha observando os passos da adolescente antes de cometer o crime. “O neto dele estuda no mesmo local da vítima, então o levava lá. O irmão relatou que o homem ficava olhando para a garota”, comentou a delegada.

O pedido de prisão contra Antônio foi pedido 24 horas depois do crime, segundo a delegada. Porém, somente nessa quinta-feira é que foi decretada pela Justiça. O mandado foi enviado para o idoso, que compareceu na delegacia e acabou preso. Em depoimento, ele confirma que fez sexo com a garota, mas que foi consensual.

“Na fase de investigação, ele já tinha dado declarações dizendo que realmente fez sexo com a garota, mas que ela que propôs a relação sexual. Disse que ela o ameaçava. Ao ser preso, continuou com a mesma versão”, disse a delegada. “De toda forma, ainda que seria verdade o que ele disse, ainda sim seria estupor por ela ter 12 anos. Mas não acreditamos na história contata por ele”, completou.

O inquérito que investigou o caso já foi enviado à Justiça. O idoso foi indiciado por estupro de vulnerável. A pena é de 8 a 15 anos de prisão. A polícia vai investigar se ele cometeu outros crimes na cidade ou em municípios vizinhos. O homem foi encaminhado para o Presídio de Nova Lima, mas deve ser transferido para uma unidade prisional de Ribeirão das Neves.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade