Publicidade

Estado de Minas

Bandidos que explodiram caixas eletrônicos em Capelinha são mortos em Goiás

Suspeitos teriam agido na última quarta-feira, durante a madruga. Cerca de R$33 mil foram apreendidos, além de diversas armas


postado em 07/08/2017 13:23 / atualizado em 07/08/2017 16:21

(foto: Polícia Militar/ Divulgação )
(foto: Polícia Militar/ Divulgação )

Quatro criminosos foram mortos e um quinto foi preso pela Polícia Militar de Goiás, em Ouvidor, na Região Sudoeste do estado. Os homens são suspeitos de participarem do bando que explodiu caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal em Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, na última quarta-feira. O grupo fugiu para Goiás, onde entrou em confronto com a Policia Militar local neste  fim de semana.

O fato ocorreu, na manhã de sábado. De acordo com a PM de Goias, foram encontrados recibos de depositos da agência da CEF em Capelinha. Conforme a corporação, durante bloqueio na GO 330, entre os municípios de Catalão e Ouvidor,  um motorista de um caminhão desrespeitou a ordem de parada. Ocupantes do caminhão fizeram disparos contra os militares, que iniciaram uma perseguição ao veículo.

Nas proximidades da cidade de Ouvidor, os criminosos abandonaram o caminhão e fugiram por um matagal. Houve reforço policial na caçada aos bandidos em fazendas da região.  Ao serem encontrados, os  fugitivos voltarama  confrontar os policiais. 

Na troca de tiros, quatro criminosos foram mortos. De acordo com divulgação da PM de Goias, eles foram identificados como: Cleuber Henrique Farnese Andrade, Kael Sousa Campos,  Lucas Daniel Santos Silva e Leonardo Sousa de Araújo. Com eles, foram apreendidas uma submetrlhadora, uma pistola .45 e duas pistolas 380. Um quiton suspeito, Lucas Oliveira Brito, foi preso.
 
Em poder do bando também foi descoberta e apreendida uma caminhonete Amarok. Houve a apreeensão de um arsenal, incluindo coletes a prova de balas, três capuz e sete pares de luva. Também foram recuperados R$ 33 mil de dinheiro em espécie, supostamente roubado durante a explosão dos caixas eletrônicas da agencia da Caixa em Capelinha, quando o grupo provocou pânico entre os moradores do município do Jequitinhonha. 

Segundo a Polícia Militar de Goiás, a quadrilha é de Uberlândia e teria se deslocado para Goiás para cometer outros crimes no estado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade