Publicidade

Estado de Minas

Febre amarela já matou 159 pacientes em Minas Gerais

São 446 casos confirmados da doença, de acordo com balanço da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado nesta segunda-feira


postado em 26/06/2017 21:15 / atualizado em 26/06/2017 23:07

Vacinação no estado pode ter contribuído para redução dos casos da febre(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Vacinação no estado pode ter contribuído para redução dos casos da febre (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
Depois de dois meses sem divulgar boletins da febre amarela, diante da queda das notificações da doença, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais apresentou nesta segunda feira um balanço atualizado.

São 446 casos confirmados de pacientes com a febre, dos quais 159 morreram. Em abril, eram 427 confirmações e 151 óbitos. Há ainda 18 mortes e 138 suspeitas da doença em investigação, do total de 1147 notificações. Foram descartados 565 registros.

O último caso confirmado de febre amarela, com transmissão em Minas Gerais (autóctone), teve o início dos sintomas no dia 18 de abril último. Desde então, houve um registro em 10 de maio, de um paciente de 79 anos, que mora em Belo Horizonte, e foi infectado pelo vírus durante um retiro no Mato Grosso. A investigação epidemiológica e a confirmação dos últimos casos são recentes, o que levou a SES-MG a divulgar um boletim atualizado.

Segundo a secretaria, a vigilância da febre amarela continua sendo realizada em Minas, assim como as estratégias de prevenção e controle dentro da rotina, conforme previsto nas diretrizes preconizadas pelo Programa Nacional de Vigilância, Prevenção e Controle da Febre Amarela. A SES-MG informa que seguirá investigando e finalizando os casos já notificados que ainda estão em sem definição, ou novos registros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade