Publicidade

Estado de Minas

Suspeito de tráfico de drogas na Região da Pampulha é preso pela polícia

Homem foi detido em uma residência de luxo no Bairro Santa Amélia. Na casa, foram apreendidos 44 quilos de maconha, meio quilo de haxixe e 5 gramas de ecstasy


postado em 24/04/2017 14:52 / atualizado em 24/04/2017 15:31

(foto: Divulgação/PCMG)
(foto: Divulgação/PCMG)
A Polícia Civil (PC) prendeu, na última quinta-feira, Marco Túlio Figueroa, de 27 anos, suspeito de tráfico de drogas na Região da Pampulha. O homem foi apresentado pela PC na manhã desta segunda-feira. 

Segundo a polícia, Marco Túlio foi foi preso em casa, uma residência de luxo no Bairro Santa Amélia, onde foram encontrados 44 quilos de maconha, meio quilo de haxixe, cinco gramas de ecstasy, um veículo e uma balança de precisão. De acordo com a polícia, apenas o haxixe apreendido está avaliado em cerca de R$ 40 mil. Além da Pampulha, a droga seria distribuída em toda Belo Horizonte. 

Outros dois homens, Rodolpho Tavares de Souza Lins, de 26 anos, e Guilherme Jannotti Arantes, 24, estavam na casa na hora da abordagem policial. A PC informou que foi feito um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e eles foram liberados.
 
"Durante as apurações, foi verificado que uma casa de alto padrão de luxo estava sendo utilizada como depósito de drogas para venda a varejo. Todos os suspeitos conduzidos na operação foram abordados quando estavam prestes a realizar uma transação de drogas”, apontou o delegado Arthur Alberto Neves Vieira, responsável pelas investigações.

O chefe do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc), delegado Wagner Pinto, que acompanhou as investigações destacou o trabalho da equipe. “Foi um grande serviço da equipe da 2ª Delegacia Especializada do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc) que resultou em uma apreensão considerável de drogas e representou um grande golpe para o narcotráfico”, afirmou.

A Polícia Civil afirmou ainda que as investigações continuarão, no intuito de identificar e prender os demais co-autores que agiam em parceria com os investigados. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade