Publicidade

Estado de Minas

Homem que matou e esquartejou mulher em São Paulo é preso em Minas

Crime ocorreu no último domingo em Franco da Rocha. Partes do corpo da vitima foram colocados em sacolas plásticas


postado em 20/04/2017 13:06 / atualizado em 20/04/2017 15:37

Homem foi preso depois de denúncia anônima(foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)
Homem foi preso depois de denúncia anônima (foto: Polícia Militar (PM) / Divulgação)
Foi preso pela Policia Militar, na manhã desta quinta-feira, em Montes Claros (Norte de Minas), Olian Willian dos Santos, de 26 anos. Ele confessou ser o autor da morte de uma mulher, que, após ser esfaqueada,  teve  o corpo  esquartejado,  em Franco da Rocha, na Grande São Paulo. O assassinato ocorreu na manhã do último domingo (16). Partes do corpo da vitima foram colocados em sacolas plásticas.

Após  o bárbaro crime, que  alcançou grande repercussão,  Olian fugiu e passou a ser procurado pela policia paulista. Ele estava em liberdade condicional, depois de ter sido preso por assalto à mão armada. 

Conforme o tenente coronel Paulo Veloso, comandante do 50º Batalhão da Policia Militar de Montes Claros,  após matar e esquartejar o corpo da mulher em Franco da Rocha, Olian Willian iniciou a viagem de fuga, rumo ao estado da Bahia. A Policia Civil de São Paulo recebeu denúncia anônima de que, no trajeto da fuga, o homem chegou ao Norte de Minas. Os policiais paulistas comunicaram a PM mineira que o fugitivo estava na região e foi iniciada a investigação pelo setor de inteligência.

O autor do chocante crime de Franco da Rocha foi localizado e preso pouco depois das 7h desta quinta-feira quando pegava um moto-táxi, no Bairro Interligados (Região Norte da cidade). Conforme as investigações, Olian tomou conhecimento  de que a pólicia estava em seu encalço em Montes Claros e pegou o moto-táxi para ir até a rodoviária da cidade, onde embarcaria em um ônibus com destino para a Bahia. 

Ainda de acordo com a Policia Militar, Olian Willian confessou o assassinato da mulher em  São Paulo e alegou que cometeu o crime após um desentendimento com a vitima. Ele também disse que  esquartejou a mulher e colocou as partes do corpo em sacolas plásticas na tentativa de esconder o corpo. Mas, o homicídio acabou sendo descoberto e ele fugiu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade