Publicidade

Estado de Minas

Coronel pede para deixar o cargo de comandante-geral da PMMG

O pedido foi feito nesta quarta-feira; A troca de comando e a nova nomeação ainda devem ser oficializadas pelo governo de Minas nos próximos dias


postado em 11/01/2017 18:41 / atualizado em 11/01/2017 23:03

O governo de Minas confirmou o pedido de exoneração do coronel Marco Antônio Badaró Bianchini do cargo de comandante-geral da Polícia Militar (PMMG). O coronel, que assumiu o cargo em 1º de janeiro de 2015, solicitou o afastamento nesta quarta-feira alegando "motivos pessoais".

Bianchini sugeriu que o chefe do Estado Maior da PM, o Coronel Helbert Figueiro de Lourdes, assuma o cargo. A troca de comando e a nova nomeação ainda devem ser oficializadas nos próximos dias. Bianchini completou este ano 31 anos de carreira corporação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade