Publicidade

Estado de Minas

Policiais da PRF raspam a cabeça em apoio às crianças com câncer em BH

Policiais participam de ação na CAPE, em Belo Horizonte, que acolhe crianças e pais durante o tratamento na capital


postado em 22/11/2016 11:06 / atualizado em 22/11/2016 12:37

Ver galeria . 8 Fotos Policiais da PRF participaram de ação na CAPE, em Belo Horizonte, que acolhe crianças e pais durante o tratamento na capital. Algumas pessoas doaram cabelosPRF/Divulgação
Policiais da PRF participaram de ação na CAPE, em Belo Horizonte, que acolhe crianças e pais durante o tratamento na capital. Algumas pessoas doaram cabelos (foto: PRF/Divulgação )
Na véspera do Dia Nacional do Combate ao Câncer Infantil, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) participaram, na manhã desta terça-feira de uma ação de apoio às crianças que lutam contra a doença em Belo Horizonte. A ação faz parte da campanha “Policiais Contra o Câncer Infantil”, lançada em todo o Brasil no mês passado.

Segundo a PRF em Minas, mais de 20 policiais estiveram na Casa de Acolhida Padre Eustáquio (CAPE), em Belo Horizonte. O local atende 112 crianças e seus acompanhantes que precisam de assistência e fazem tratamento nos hospitais de BH.

Além de atividades educativas, os policiais rasparam os cabelos para gerar um sentimento de identificação e auxiliar no processo de devolução da autoestima das crianças. Durante o evento, outras pessoas também fizeram a doação de cabelos para a confecção de perucas.

Nesta terça, as crianças da CAPE participaram de atividades lúdicas com pintura e balões, brindes, fotos com os policiais usando o uniforme mirim da corporação, além de participar de um passeio pela cidade sendo escoltadas pelas motos da PRF. No fim da manhã, foi servido um almoço especial.

Segundo o inspetor Fábio Jardim, da comunicação da PRF em Minas, as crianças se divertiram muito e a experiência foi importante para todos os envolvidos. “É espetacular. Hoje foi para colocar as crianças como protagonistas. Foram escotadas como autoridades, foram nas ruas, a Antônio Carlos foi fechada para passagem da van deles”, detalha.

“É muito importante porque engrandece a gente pessoalmente, vendo a luta delas a gente consegue valorizar mais nossa vida, faz parte da nossa luta. O principal objetivo da PRF é salvar vidas, e objetivo da CAPE é trabalhar com a vida, não com o câncer, mas dar qualidade de vida para as crianças. Foi muito bom”, disse.

Algumas pessoas também fazem a doação de cabelos para a confecção de perucas(foto: PRF/Divulgação)
Algumas pessoas também fazem a doação de cabelos para a confecção de perucas (foto: PRF/Divulgação)
“Como a CAPE também necessita de doações financeiras e do comprometimento de parceiros, empresas e da sociedade civil para dar continuidade às suas atividades, haja vista os altos custos envolvidos no tratamento das doenças, a PRF se comprometeu a captar doações e destinar à instituição, fazendo o recolhimento de donativos de todos os policiais do estado”, informa a corporação.


Publicidade