Publicidade

Estado de Minas

Médico é preso por suspeita de estupro em Governador Valadares

Profissional é investigado por outras denúncias de abusos sexual praticadas contra mulheres em tratamento


17/06/2016 20:26 - atualizado 17/06/2016 21:26

A Polícia Civil apresentou na tarde desta sexta-feira o resultado das investigações que acusam um médico com especialização em gastroenterologia de ter estuprado uma paciente, aproveitando-se da situação de vulnerabilidade devido ao uso de sedativos, em 15 de junho, em Governador Valadares, Vale do Rio Doce. Ainda segundo a polícia, o suspeito é investigado por outras denúncias de abusos sexual contra mulheres em tratamento.

A vítima contou à polícia que foi molestada e acariciada em partes íntimas pelo médico durante o período de sedação. A denunciante foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames de corpo de delito, que confirmaram o estupro.

A delegada responsável pelo caso representou pela prisão temporária do médico em razão da confirmação do crime de estupro de vulnerável, que foi endossada pelo Ministério Público e deferida pelo Judiciário. O homem permanecerá preso temporariamente pelo prazo de 30 dias, por se tratar de crime hediondo, podendo ser condenado de oito a 15 anos de reclusão.

A cópia do inquérito policial será encaminhada ao Conselho Regional de Medicina no fim das investigações, a fim de subsidiar procedimento administrativo de cassação do registro.

(RG)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade