UAI
Publicidade

Estado de Minas

Promotor de Justiça e esposa são agredidos em Nova Lima

Casal desembarcava de carro quando foi cercado por criminosos e agredidos com golpes na cabeça. O representante do Ministério Público já foi alvo de outros atentados


postado em 14/06/2016 09:01 / atualizado em 14/06/2016 09:36

Um promotor de Justiça e a esposa foram agredidos na noite de segunda-feira em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Eles estavam no carro quando foram atacados. André Luiz Garcia de Pinho, de 47 anos, já foi alvo de atentados nos últimos anos.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o promotor contou que estava com a esposa, de 36, nas imediações de uma igreja evangélica no Bairro Vale do Sereno. Quando saíam do carro, eles foram abordados por homens que, segundo ele, agiram muito rápido e lhe deram vários golpes na cabeça.

Conforme a PM, a mulher disse que também foi agredida, tendo ferimentos na testa e na cabeça. Ela suspeita que o homem usou uma arma de fogo nas agressões. Ainda segundo a polícia, o promotor se lembra de um dos criminosos ter dito “agora recorre pra você ver”. Nada foi roubado do casal.

As vítimas foram para o Hospital Mater Dei, no Bairro Santo Agostinho, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, de onde acionaram a polícia.

Não é a primeira vez que o promotor André Luiz Garcia de Pinho é alvo de ataques. Em 2014, um homem atirou contra o vidro da fachada do prédio onde ele morava, no Bairro Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte. Em dezembro de 2013, após receber ameaças, Pinho teve o carro incendiado no Bairro Serra, na Região Centro-Sul. Em 2012, quando também voltava de um culto religioso com a mulher, o garupa de uma moto atirou contra o carro do promotor. Ninguém se feriu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade