Publicidade

Estado de Minas

Bike Anjo incentiva uso da bicicleta como forma de se deslocar ao trabalho

Entidade organiza evento nacional para sensibilizar motoristas e ciclistas sobre a importância do uso das magrelas. Em BH, atividades ocorrem até as 19h desta sexta-feira e incluem café da manhã, oficina para pequenos reparos e contagem de ciclistas


postado em 13/05/2016 08:25 / atualizado em 13/05/2016 08:43

Evento começou às 7h na esquina das avenidas Bernardo Monteiro e Afonso Pena(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Evento começou às 7h na esquina das avenidas Bernardo Monteiro e Afonso Pena (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
A Organização Não Governamental (ONG) Bike Anjo promove nesta sexta-feira, em Belo Horizonte, o evento que acontece em vários países do mundo “De Bike ao Trabalho”. A iniciativa busca incentivar as pessoas a experimentar uma forma diferente de se deslocar ao trabalho, privilegiando a bicicleta. Várias atividades serão oferecidas até o fim do dia na ciclovia da Avenida Bernardo Monteiro, cujo ponto de referência é a esquina com a Avenida Afonso Pena, no Bairro Funcionários, Centro-Sul de BH.

A sexta-feira começou com um café da manhã às 7h, que vai até às 11h. Ciclistas que tiverem o interesse de visitar o local também encontram uma oficina para pequenos reparos que estará disponível no mesmo horário, entre 7h e 11h, montada em parceria com o Atelier Bicicine. Além disso, a BHTrans está apoiando o evento, com panfletagem direcionada a motoristas e ciclistas sobre segurança e convivência no trânsito.

Outra atividade que está em andamento no local é uma contagem de ciclistas que usam a ciclovia que começa na Rua Professor Morais e termina na Rua Piauí. Esse serviço começou às 7h e vai durar até às 19h, totalizando 12 horas de contagem. Sobre esse trabalho, os números serão divulgados ao fim da jornada, mas a primeira hora (de 7h às 8h) já revelou surpresas, segundo um dos integrantes da Bike Anjo BH, Carlos Edwar Campos.

“Nessa primeira hora a quantidade de ciclistas superou as nossas expectativas e superou também os números do ano passado”, afirma o ciclista. Segundo Campos, o evento é organizado uma vez por ano pela ONG, que tem cerca de 3 mil voluntários e está presente em quase 500 cidades no Brasil. O grande objetivo é incentivar as pessoas a usar a bicicleta e descobrir todos os benefícios de um meio de transporte que ajuda a desafogar o trânsito e também representa uma atividade física importante na vida das pessoas.

Entre as atividades ofertadas estão café da manhã, oficina para pequenos reparos e contagem de ciclistas(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Entre as atividades ofertadas estão café da manhã, oficina para pequenos reparos e contagem de ciclistas (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade