UAI
Publicidade

Estado de Minas

Quadrilha é presa por roubo a banco em Santa Rita do Sapucaí, Sul de Minas

De acordo com a Polícia Civil, grupo era especialista em crimes do gênero. Foram recuperados cerca de R$73 mil, além de três réplicas de arma de fogo, três carros e uma motocicleta


postado em 29/03/2016 18:40 / atualizado em 29/03/2016 21:53

Doze pessoas suspeitas de participar do roubo a uma agência do Banco Sicoob, em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, foram presas nesta terça-feira em trabalho conjunto da Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC). Foram recuperados R$ 72.589, além de apreendidos três réplicas de arma de fogo, três carros e uma motocicleta usados no crime.

O crime ocorreu na tarde de segunda-feira, na Rua Coronel João Euzebio de Almeida, 324, no Centro da cidade, quando o grupo entrou na agência bancária e rendeu os funcionários. De acordo com a PM, o gerente do banco relatou que dois homens entraram no banco e renderam o segurança para liberar a entrada de outros seis ladrões. O grupo, que estava armado e encapuzado, pegou malotes e o dinheiro do caixa. Depois da ação, a quadrilha fugiu em um carro Honda.

Uma denúncia anônima levou os militares até a casa de um dos acusados, no Bairro Pedro Sancho Vilela. Os vizinhos relataram à PM que minutos antes da chegada dos policiais, um grupo saiu correndo do local com alguns objetos nas mãos. Tiago Donizete Faria afirmou que a residência era do colega Josimar Gomes Faria, também suspeito de participar do crime. Dentro da residência foram encontrados malotes do banco roubados, a chave do veículo usado na fuga, três réplicas de arma de fogo, três carros e uma motocicleta utilizados no crime. O valor de R$ 72.589 também foi encontrado dentro da casa.

Com mais informações fornecidas por denúncias e relatadas pelo suspeito preso, os outros integrantes da quadrilha foram encontrados. Foram presos Luciano Freitas da Silva; Rogério Camilo Silva; Nigel de Oliveira Santos; Leandro Rezeck Moreira; Tiago Donizete Faria; Damião Batista Mendes; Bruno Camilo Gomes; Rafael Santos Conceição; Josimar Gomes Faria; Sebastião Domingos de Almeida; Janaina de Cássia Vilela; e Samuel Diovane da Silva.

O delegado responsável pelo caso, Mario Martins, investiga se o grupo é especializado em roubos a bancos e já havia praticado a ação outras vezes. A suspeita é de que o grupo atue também em outro estados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade