Publicidade

Estado de Minas

Em Governador Valadares, Pimentel diz que legislação é "antiquada"

Questionado sobre a reposição de perdas, Pimentel disse que a legislação mineira terá que mudar. "Ela impõe multas, sem efeito efetivo"


postado em 11/11/2015 11:57 / atualizado em 12/11/2015 19:23

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)

O governador Fernando Pimentel (PT) concedeu uma entrevista coletiva no fim da manhã desta quarta-feira em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, que está sofrendo uma série de problemas por conta da chegada da lama das barragens da Samarco no Rio Doce. Questionado sobre a reposição de perdas, Pimentel disse que a legislação mineira terá que mudar. “Nós precisamos rever a legislação desse estado. Ela é antiquada. Ela impõe multas, sem efeito efetivo. Isso vamos rever”, disse.

Durante a reunião, o governador disse que presta solidariedade a Valadares e toda a região, e diz que a situação é de “calamidade” e cobrou ações da Samarco. “Nossa preocupação é fornecer água. Estamos fazendo todo esforço para isso. A Samarco, responsável por tudo isso, terá de estender mais esforços para atender a região”.

A maior preocupação é com o Rio Doce. “O Ministério Público obteve a liminar que cobre o primeiro plano emergencial, mas a prefeita me relatou que ele não é suficiente”. Ainda segundo Fernando Pimentel, a turbidez do rio está caindo com muita velocidade, mas ainda não se sabe quando será possível captar água novamente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade