Publicidade

Estado de Minas

Seds promete 15 mil novas vagas em presídios de Minas até 2018

Anúncio foi feito pelo secretário de Defesa Social durante audiência na Assembleia Legislativa


postado em 21/05/2015 18:52 / atualizado em 21/05/2015 19:00

No momento em que o sistema prisional vive uma crise devido à superlotação de suas unidades, o governo do estado anunciou que pretende criar 15 mil vagas para presos até 2018. A promessa é de que 4 mil postos estejam disponíveis já nos próximos seis meses. A medida foi anunciada nesta quinta-feira pelo secretário de Defesa Social Bernardo Santana de Vasconcellos durante uma audiência da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

A reunião foi convocada por deputados para debater o déficit de 26 mil vagas em Minas, dado divulgado pela própria Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Durante a audiência, o secretário admitiu a precariedade das unidades prisionais no estado e disse que a ampliação do número de postos para receber novos presos faz parte de um conjunto de medidas emergenciais, que incluem a ampliação de algumas prisões e construção de outras.

Na semana passada, foi criada uma força-tarefa para analisar, diagnosticar e propor alterações no funcionamento do sistema prisional, no âmbito da Seds. O grupo reúne representantes da Seds, Secretaria de Estado de Governo, Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais, Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, Secretaria de Estado de Fazenda, Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas, Gabinete Militar do Governador do Estado de Minas Gerais e Secretaria-Geral da Governadoria. A primeira reunião já foi realizada nessa segunda-feira (18) e, segundo Vasconcellos, as medidas definidas devem dar fluidez e dinamismo ao combate à crise do sistema carcerário.

Com informações da ALMG

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade