UAI
Publicidade

Estado de Minas

Governo promete fiscalização ao longo do Velho Chico


postado em 17/02/2013 00:12 / atualizado em 17/02/2013 07:54

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) promete aumentar a fiscalização ao longo do São Francisco na tentativa de diminuir a poluição no rio. Por meio da Subsecretaria de Controle e Fiscalização Ambiental, o órgão planeja 600 ações de fiscalização para a região do Alto e Médio São Francisco. As inspeções terão como alvo “diversos empreendimentos e atividades com potencial degradador de solo, ar e água”, segundo a Semad. Por meio de nota, a secretaria informou que o Instituto Mineiro de Águas (Igam), responsável por relatório que apontou alto nível de poluição em mais da metade dos pontos de coleta do Rio São Francisco, classificou como “médio” o Índice de Qualidade das Águas (IQA) da bacia hidrográfica do rio – onde 30 cursos d’água são monitorados.

A Copasa, por sua vez, informou ter implantado interceptores às margens do Córrego Barreiro Grande, em Três Marias, para encaminhar todo o esgoto coletado na região para a ETE. “Cerca de 95% dos imóveis na microbacia do Barreiro Grande têm esgotos interceptados e encaminhados para tratamento. No entanto, foram construídas habitações irregulares, que lançam seus esgotos no leito”, informou a empresa. A Copasa afirma que investirá este ano no sistema de esgotamento de Três Marias, contemplando a ampliação da capacidade da ETE. “Essas obras garantirão melhoria das águas do Córrego Barreiro Grande, eliminando impactos atualmente percebidos.”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade