Publicidade

Estado de Minas

Equipes de combate a incêndios preservam nascentes de rios na Serra da Canastra

Na terça-feira, 100 pessoas trabalhavam no combate ao fogo que destróia a vegetação do parque desde o último fim de semana.


postado em 12/09/2012 08:23 / atualizado em 12/09/2012 08:32

As equipes usam abafadores, bombas costais e e viaturas para controlar as chamas. Três aeronaves também auxiliaram os trabalhos.(foto: ICMBio/Divulgação)
As equipes usam abafadores, bombas costais e e viaturas para controlar as chamas. Três aeronaves também auxiliaram os trabalhos. (foto: ICMBio/Divulgação)


Bombeiros e brigadistas que trabalham desde o último fim de semana no combate ao incêndio que atinge o Parque Nacional da Serra da Canastra, em São Roque de Minas, Região Centro-Oeste de Minas, garantiram a preservação da nascente do Rio São Francisco.

De acordo com o chefe do parque, Darlan Alcântara de Pádua, equipes do Corpo de Bombeiros de Divinpópolis, brigadistas do Parque do Caparaó e do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama), de Brasília conseguiram conter a ameaça. A nascente do Rio Araguari também foi preservada com o auxílio dos bombeiros de Uberaba. No entanto, o fogo continua se alastrando pelo parque.

Os focos de incêndio evoluíram para linhas de fogo com vários quilômetros de comprimento. Ainda de acordo com Pádua, não é possível medir a extensão da área queimada, mas estima-se que milhares de hectares tenham sido destruídos.

O chefe do parque informou que as equipes trabalham para que o fogo na área regularizada da Serra da Canastra seja controlado até sábado. Na terça-feira, 100 pessoas se revezavam no combate às chamas. O incêndio já atinge áreas mais elevadas, assim, a intensidade do vento é um agravante, além das altas temperaturas e da vegetação seca.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade