Publicidade

Estado de Minas

Fiscalização da Lei Seca não dá trégua em festival sertanejo realizado em BH


postado em 23/07/2012 06:50 / atualizado em 23/07/2012 07:05

As operações da Lei Seca não deram trégua durante o fim de semana em Belo Horizonte. Ontem à noite, a fiscalização foi reforçada na Avenida Tereza Cristina, no Bairro Nova Gameleira, Região Oeste, e na Avenida Silva Lobo, para abordar motoristas na saída de um festival de música sertaneja que reuniu milhares de pessoas no Expominas. “A intenção é vigiar de perto os motoristas na saída do evento”, disse o cabo Hércules Basílio, do Batalhão de Trânsito (BPTran). Pela manhã, motoristas se submeteram ao teste do bafômetro nas regiões de Venda Nova e Barreiro. “As blitzes estão acontecendo o dia todo e a semana toda”, alertou o PM.

Segundo o militar, antes as operações eram feitas de quinta-feira a domingo e nos feriados, mas agora o motorista pode ser surpreendido em qualquer dia da semana ou horário. A equipe do cabo Basílio chegou às 13h45 na Avenida Amazonas, 5.154, Bairro Nova Suíça, Região Oeste. Às 16h, 74 motoristas já tinham soprado o bafômetro, sendo que apenas um deu 0,55 decigramas de álcool por ar expelido. Para os demais, o resultado foi 0,0.

O motorista flagrado foi o mecânico de refrigeração Milton Silva, de 47 anos. Depois de ter sido multado em R$ 927 e ter os documentos da moto e a carteira de habilitação recolhidos, foi conduzido ao Detran para responder a processo criminal. Milton apresentava hálito etílico forte e tinha dificuldade de falar. Não conseguiu dizer o local de onde voltava nem sabia o horário que havia bebido pela última vez.

Balanço
Segundo lembrou o cabo Basílio, até 0,13 decigramas de álcool é tolerável. De 0,13 a 0,29 decigramas, o motorista paga apenas a multa e tem os documentos do carro e a carteira de habilitação recolhidos. O motorista Mizael Mariano São Bernardo, de 26, que dirigia uma van, antecipou o resultado do bafômetro antes mesmo de soprá-lo: “Zero”, disse, e acertou. “Não bebo”, justificou.

O balanço das operações de domingo deve ser divulgado hoje. Na sexta e no sábado, foram 220 veículos abordados, 18 infrações por teor etílico entre 0,14 e 0,33 (multa e recolhimento da carteira); sete crimes (teor alcoólico acima de 0,34, com multa, recolhimento da carteira e processo criminal); 15 motoristas recusaram o teste e outros cinco inabilitados foram flagrados.


Publicidade