UAI
Publicidade

Estado de Minas

Nova fase de rigor da Lei Seca em BH termina com seis motoristas flagrados por embriaguez

A partir deste fim de semana, blitze para coibir consumo de álcool entre condutores passam a ser diárias na capital mineira


postado em 15/07/2012 10:00 / atualizado em 15/07/2012 10:13

O trecho da Avenida Getúlio Vargas em frente ao Colégio Sagrado Coração de Maria, no bairro Funcionários, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi o ponto escolhido para uma megaoperação de trânsito que marcou a estreia de blitze diárias da Lei Seca na capital mineira na noite desse sábado. As duas pistas foram fechadas e um verdadeiro pente-fino foi realizado para coibir motoristas a dirigirem sob o efeito de bebida alcóolica. Dos 170 condutores abordados, seis foram autuados por embriaguez ao volante.

Neste sábado completou-se um ano de blitze mais severas da Lei Seca em BH. Durante este período, de quinta-feira a domingo eram montados qautro pontos de fiscalização em áreas diversas da capital. Porém, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) identificou a necessidade de intensificar as ações, promovendo fiscalização diária da campanha “Sou pela vida, dirijo sem bebida”.

De acordo com a Seds, nesta primeira noite apenas uma blitz foi montada, mas a partir deste domingo haverá fiscalização em mais avenidas da cidade. Ao todo, entre a noite desse sábado e a madrugada deste domingo, seis condutores que sopraram o bafômetro apresentaram índice de alcoolemia superior a 0,14 mg de álcool por litro de ar expelido, o que configura embriaguez. Destes, apenas um tinha índice superior a 0,34mg e foi autuado por crime de trânsito. Além de receber multa e ter a certeira recolhida, como os flagrados com baixo teor de álcool no sangue, ele vai responder processo criminal.

De todos os motoristas abordados nesta ação, apenas nove se recusaram a fazer o teste do etilômetro. Eles apresentavam sinais de embriaguez, como hálito etílico, fala desconexa ou andar cambaleante e também receberam multa.

Resultados

De acordo com a Seds, o balanço de 12 meses da campanha “Sou pela vida, dirijo sem bebida” indica redução de 15,9% nos acidentes com vítimas nos fins de semana. Entretanto, a capital mineira, proporcionalmente, ainda aborda menos motoristas em comparação com Rio de Janeiro e São Paulo. Nestas duas capitais, são realizadas em média 40 blitze por semana.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade