Publicidade

Estado de Minas

Balanço parcial indica aumento de mortes no carnaval nas rodovias federais que cortam MG

Apesar de redução no número de acidentes, quantidade de vítimas fatais aumentou 21,4% em relação ao mesmo período do ano passado


postado em 20/02/2012 08:56 / atualizado em 20/02/2012 14:33

O número de acidentes registrados nos primeiros dias do feriado nas rodovias federais que cortam Minas Gerais caiu, mas houve mais registros de mortes em relação ao mesmo período do ano passado, como aponta o balanço parcial da operação carnaval 2012 da Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado na manhã desta segunda-feira. Os dados se referem a sexta-feira e ao último sábado. Vale lembrar que esse número pode aumentar quando a Polícia Militar Rodoviária divulgar o balanço referente às Mgs. Até o momento, pelo menos quatro pessoas perderam a vida nas rodovias estaduais.

Durante as 48 horas, foram 259 acidentes, sendo que a maioria ocorreu no sábado, 137. Em 2011, foram 458 acidentes registrados nos dois primeiros dias da operação, ou seja, uma redução de 43%. Deste total, 148 pessoas ficaram feridas, contra 241 no ano anterior. No entanto, houve aumento de 21,4% no número de mortos. Entre sexta e sábado, 14 pessoas morreram. No ano passado foram 11.

A PRF atribui esse acréscimo a dois acidentes que tiveram três óbitos cada. O primeiro ocorreu em Santos Dumont, na Zona da Mata, quando um caminhão reboque despencou de um viaduto na BR-040 e caiu sobre outro veículo de carga que passava sob a ponte, em uma estrada estadual que é acesso ao distrito de Cabangu. Morreram o condutor do reboque, a esposa dele e o passageiro do outro caminhão. Já no sábado, duas carretas e um caminhão bateram na BR-116 em Cajuti, no Norte de Minas. Dois ocupantes do caminhão e o motorista de uma das carretas morreram. Ainda de acordo com polícia, os dois acidentes ocorreram durante a chuva e a maioria dos que causaram mortes, 42%, foram colisões frontais, assim como no carnaval de 2011.

Congestionamentos

A PRF chama atenção também para o aumento no fluxo de veículos, muito maior do que o esperado para o período. A saída de Belo Horizonte para João Monlevade pela BR-381, apresentou congestionamento das 13h de sexta-feira até as 20h de sábado. A maior extensão de congestionamento, 12 quilômetros, foi registrada no fim da manhã do dia 187, chegando ao Viaduto São Francisco, no Anel Rodoviário. Cerca de 60 mil veículos deixaram a capital mineira por este trecho.


Eles Não Respeitam

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade