Publicidade

Estado de Minas

Acessórios feitos com muito amor

Empresárias de marcas mineiras criam peças com toque francês e sapatos com proposta geracional


postado em 28/06/2020 04:00

Wagner Penna
Bolsas bag Merci
Bolsas bag Merci

Quando a explosão do e-commerce ainda estava longe de acontecer, três jovens empresárias (todas das áreas de calçados e acessórios) apostaram nessa ferramenta de vendas, trazendo inovação e estilo personalizado para o segmento. Trabalhando a partir do showroom compartilhado, a Merci Whit Love (bolsas  + acessórios presentes) e A Sapatilha (calçados femininos) e Ananas (sapatos infantis) conquistaram o mercado, sempre oferecendo peças em couro genuíno e com acabamento refinado.

Além do formato de comercialização, também contribuiu para o sucesso da iniciativa o cuidado das proprietárias com a criatividade dos produtos, seu fator utilitário e a personalização de acordo com o pedido de cada cliente. São objetos do dia a dia que ajudam a contar a história de cada consumidor da marca, associado a um detalhe de sofisticação e elegância.
Carteiras Merci
Carteiras Merci

Flexibilidade 
O modelo de negócio adotado por elas é um sucesso e expandiu-se, inclusive na atual crise da pandemia, o que exigiu adequação na produção. Embora com o ateliê fechado, tudo passou a ser feito em casa pelos artesãos. Para isso, tiveram que aumentar também os cuidados com a saúde de quem produzia, mantendo o isolamento social. Algo que exigiu um imenso remanejamento logístico.

Outra iniciativa bacana foi a elaboração de vídeos para a clientela, onde as medidas de segurança sanitária foram ressaltadas e a multiplicidade de funções de cada peça revelou a flexibilidade dos produtos para esses tempos de ficar em casa. Assim, um porta-portfólio virou um porta-receitas, um fichário virou porta-joias e um porta-remédios ganhou novos usos.

Essa flexibilização permitiu que uma só peça se transformasse para ser usada de até três formas diferentes. Sucesso maior ainda foi o lançamento do porta-máscaras, com espaços para colocar as unidades novas e outra divisão (com lacre) para as máscaras descartadas e também um compartimento para o vidro com álcool gel.
Pelo nome da marca, A Sapatilha, já se sabe que é expert neste tipo de calçados
Pelo nome da marca, A Sapatilha, já se sabe que é expert neste tipo de calçados

Refinamento 
Antes da cristalização do quadro sanitário e econômico atual, o trabalho das empresárias Helena Dias, Ana Beatriz Guimarães e  Manuela Amaral (da ‘Merci’)  havia recebido um impulso significativo, após exporem seus lançamentos no Shopping Cidade Jardim –  um dos mais exclusivos de São Paul –, onde suas propostas fizeram tremendo sucesso junto ao público. O sucesso foi enorme e, assim, o trabalho teve que ser duplicado para atender a clientela ampliada. Além do infantil e feminino, também produzem acessórios masculinos.

Até chegar ali, em novembro do ano passado, já contavam com cinco anos de dedicação a essa tarefa de produzir algo diferente para o mercado de acessórios e presentes de qualidade. A ‘Merci Whit Love’ surgiu em razão da paixão das três sócias por viagens, pois conhecer o mundo sempre esteve nos planos das empreendedoras. A necessidade de organizar as viagens veio junto com esse projeto. Assim criaram a marca, que tem um toque francês no seu estilo e refinamento – cultivado em razão do amor delas pela França e a experiência de residirem em Paris por algum tempo.
Merci Whit Love confecciona porta passaportes personalizados
Merci Whit Love confecciona porta passaportes personalizados

MERCI 
Desse modo, ideia de produtos personalizados tomou corpo e se transformou em uma das características principais da ‘Merci’, cujo diferencial está tanto no material de qualidade, quanto em detalhes personalizados como a gravação das iniciais e nome da cliente no produto, inúmeras opções de cores (são 80 tonalidades diferentes), texturas variadas e outros detalhes que também podem ser escolhidos. Há, ainda, a linha de acessórios com temáticas especiais para o público infantil, com variação de cores que podem ser solicitadas de acordo com o cliente. São opções que também constam na linha masculina.

Embora não trabalhem com coleções sazonais, sempre estão criando novos produtos, pesquisando as necessidades do mercado e propondo novas cartelas cromáticas.  A criatividade é outro fator preponderante, pois são bolsas, carteiras, porta-passaporte, porta-óculos, chaveiros, porta-moedas, porta-cosméticos, nécessaires, porta-documentos, porta-cartões e mil outros gadgets utilitários.

Outro ponto enfatizado por Helena Dias, é o acabamento cuidadoso e o refinamento - que “consideramos indispensáveis e, por isso, optamos por produzir apenas artigos em couro natural nobre, usando forro em gorgorão e acabamentos escolhidos cuidadosamente para cada peça”. Além disso, as elas são produzidas à mão e em ateliers montados especialmente para isso, dando um toque de delicadeza ao produto.

Tudo isso, diz Helena, “justifica-se até na marca, pois produzimos na Merci ‘whit love’ (com amor) tudo que criamos”.

SAPATILHA 
Já nas marcas A Sapatilha e Ananas – sapatos e tênis –, as sócias Ana Cláudia e Ana Beatriz Guimarães assinalam que um dos diferenciais ali é a combinação dos lançamentos – que são feitos paralelamente tanto para a mãe,  quanto para a filha. Essa identidade geracional de estilo, acabou criando uma interação familiar com a marca e levando à criação de produtos surpreendentes e ações inovadoras. No caso da linha infantil, os sapatos podem ser devolvidos (após usados) para serem doados e a cliente ainda ganha um desconto por essa ação solidária. Outra iniciativa do tipo, é o bazar beneficente que as marcas instaladas no showroom promovem anualmente.

Além dos calçados, há a linha de tênis em couro, galochas, flats e até um bem-humorado par de patins – que as meninas adoram. Na opinião de suas proprietárias “são peças feitas para mulheres que buscam conforto, durabilidade em sapatos atemporais – mas que, ao mesmo tempo, estão conectados com as tendências para elas e para suas filhas”.

Para oferecer esse diferencial, as marcas fabricam tudo em espaço próprio. A garantia de uma distribuição agilizada foi possível com a montagem de uma infraestrutura tecnológica para receber os pedidos feitos através das redes sociais, um estúdio para fotografar os lançamentos e postá-los na internet e um complexo sistema de despacho de produtos para todo o país. Afinal, são cerca de 200 envios diários de produtos variados.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade