Publicidade

Estado de Minas LANÇAMENTO

Momento pronta-entrega

Marcas mineiras agitam mercado com coleções pontuadas pela variedade e leveza para atender ao inverno brasileiro


postado em 09/02/2020 04:00 / atualizado em 07/02/2020 14:29

Lore (foto: Álvaro Fráguas/divulgação )
Lore (foto: Álvaro Fráguas/divulgação )


Foi dada a largada para os lançamentos para o inverno/20 na pronta entrega, que significam também a comprovação dos principais trends em voga na próxima estação, cujo termômetro são as feiras e eventos voltados para pedidos realizados em abril. A partir disso, novas coleções, com foco mais comercial, entram em cena para suprir os lojistas afoitos e atentos, já prontos para abastecer seus pontos de venda com novidades.
 
Segundo o calendário do Instituto Amem – Associação Mineira de Empresas, que agrega cerca de 100 marcas do Bairro Prado, o lançamento oficial unificado começou em 3 de fevereiro e vai até o dia 14, mas várias labels da região se anteciparam esquentando o mercado com a apresentação das chamadas cápsulas, uma espécie de antepasto para garantir e fomentar vendas o mais rápido possível. Afinal, a velocidade tem sido o motor do setor da moda, movido pelo seu próprio sistema, que é a sazonalidade e a efemeridade.
 
Romaria (foto: Henrique Gualtieri)
Romaria (foto: Henrique Gualtieri)
A partir dessa filosofia, a Padronagem, das sócias Ana Paula e Cristina Vereza, foi a primeira a lançar a coleção Origem, com preview em 11 de janeiro, tanto no showroom de Belo Horizonte quanto no de São Paulo. “Visamos clientes que haviam comprado mais cedo no ano passado e que estavam ansiosos para ter produtos novos nas araras”, explica Ana Paula, para quem esse ritmo de negócios na pronta entrega exige timing preciso e planejamento assertivo. “Para isso, trabalhamos com consultoria, ótimos estilistas, além do envolvimento de todos os funcionários”.
 
Com 34 anos de mercado, a Padronagem começou direcionada para o plus size e, com o passar do tempo, percebeu que poderia ofertar também numerações menores. Atualmente, a grade vai do 38 ao 50. “Nossas coleções ganharam frescor, ficaram mais jovens. Contribui também o fato de que as mulheres hoje, mesmo as mais cheinhas, desejam um pouco de ousadia, uma abertura na saia, um decote, não se importam com os braços de fora. A moda passou por uma grande transformação, preconceitos foram derrubados, o importante é ser feliz”, observa Ana Paula.
 
Unity Seven (foto: Márcio Rodrigues/divulgação)
Unity Seven (foto: Márcio Rodrigues/divulgação)

No exterior A Romaria foi outra marca que se antecipou nos lançamentos para a estação. Tendo como tema Sevilha, na Espanha, uma equipe comandada por Rick Cavalcanti, da Imago Design, aportou na cidade para fotografar a campanha 2020, trabalho que chega repleto de referências espanholas tanto nos shapes como nas estampas. Entre os prints de destaque, os azulejos azuis, que são a cara da região.
 
O time era formado pelo fotógrafo Henrique Gualtieri, por Jane Lima, mineira que mora em Paris e responsável pelo make-up, pela modelo russa Eliza Ababkova e Daniel Aguiar, diretor da grife. Victor Galuppo registrou as cenas em vídeo. Em clima de velocidade máxima, todo o material produzido era enviado, depois da edição, direto para Belo Ho- rizonte. O catálogo ficou pronto um dia após o retorno da equipe.
 
Regina Salomão(foto: regina salomão/divulgação )
Regina Salomão (foto: regina salomão/divulgação )
Queridinha do momento, a Lore embarcou para Buenos Aires para ambientar sua coleção de inverno. A direção de arte também foi de Rick Cavalcanti, mas os cliques foram assinados por Álvaro Fráguas. Foram dois dias de fotos: o primeiro no Palácio Sans Souci e o segundo nos arredores do Teatro Colón. Essas ações comprovam que, na disputa pelo mercado, as marcas mineiras criam atrações para conquistar atenção e desejo dos lojistas.
 
Uma outra corrente muito observada nas coleções de inverno e que combinou bem com a cartela de cores da temporada, é a inspiração em terras africanas. Regina Salomão, por exemplo, mergulhou no mood safári urbano em nova releitura, mas remetendo aos signos que envolvem a temática.

Novos românticos Já a Unity Seven apostou na estética do movimento pop cultural New Romantics, do início da década de 1980, com um olhar minucioso sobre os temas românticos e históricos, resgatando a Era Vitoriana, o glamour hollywoodiano dos anos 1920 e o clima Expresso Oriente. A coleção será lançada no próximo dia 11. Na estamparia digital predominam o folk oriental e o clássico cashemère bohemian chic, além de buquês de peônias e orquídeas e os minipoás.
 
Skunk(foto: divulgação)
Skunk (foto: divulgação)
As matérias-primas possibilitam texturas preciosas, como nervuras, pregas, lastex, plissados e efeito 3D em fitas enviesadas, tudo 100% manual. As peças ganham ombreiras estruturadas, maxibotões de pérolas, alamares chineses, entremeios de rendas, faixas em laços e cintos Obi com acabamentos de tassel. Os highlights são as ombreiras, mangas bufantes, golas altas, punhos largos, babados, frufrus, assimetrias, drapeados e fendas.

Apostas O estilista Antônio Diniz, que presta serviços para as marcas Padronagem, Fleche D’Or e Skunk, sintetiza os hits para a estação mais fria do ano: “O inverno 2020 vem com uma mistura bastante eclética, remetendo aos anos 1970, 1980 e 1990. Existem algumas influências que não podem ser encontradas em nenhuma década em particular, mas que são cobiçadas e constituem a parte mais criativa”, explica.
 
Em suas apostas, ele cita desde os ombros largos às bolsas micro, os tecidos apapelados – como tafetás e chamalotes – para um gênero casual quase festa. Diniz elenca ainda os tules nas mais variadas padronagens, dos lisos aos mais armados para o estilo festa. “Nesse caso, eles aparecem com muito volume, vestidos que chegam a gastar 30, 40 metros do tecido. Na versão casual, vêm com textura de poás misturadas com rendas para dar um ar grunge punk-rock extremamente romântico com seus babados. Nessa mesma pegada, surgem os tafetás na versão utilitária para uma linha mais jovem, em que vão aparecer também os tecidos em tencel, fibras naturais, o famoso cupra”, ressalta.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade