Publicidade

Estado de Minas ARTE FINAL

Livraria Leitura expande rede com nova loja em Campinas


postado em 27/10/2019 04:00

A loja Leitura de Campinas está entre as três maiores da rede (foto: Divulgação)
A loja Leitura de Campinas está entre as três maiores da rede (foto: Divulgação)
 
 
Na contramão do mercado, a Livraria Leitura segue em seu projeto de expansão. A segunda maior rede de livraria do país inaugura mais uma loja em Campinas, interior de São Paulo. A nova unidade, em termos de tamanho, está entres as três maiores do grupo, nas proporções das lojas do Shopping Del Rey, em BH, e Rio Mar, em Fortaleza. A primeira loja em Campinas foi inaugurada em 2010, no Parque Dom Pedro Shopping. Nesses nove anos de funcionamento, a loja cresceu e virou referência na cidade com destaques para as áreas de livraria, quadrinhos, volta às aulas e eventos. 
 
O sucesso da loja é tão grande que ela se tornou uma das melhores da rede, e ganhou este ano expansão para chegar a quase 1.800m² distribuídos em dois pisos. A inauguração da cafeteria, no primeiro piso, está prevista para o primeiro semestre de 2020. Em constante crescimento, mesmo com a turbulência econômica do país, a rede fechará o ano com 74 lojas distribuídas em 20 unidades da federação. Em São Paulo, a Leitura tem 12 unidades e se consolida em Campinas com mais uma loja, que está sendo instalada na Galleria Shopping. 

CONCEITO Com mais de 50 anos de história, a Leitura mudou o conceito de livraria no Brasil. Com uma agenda repleta de eventos, sempre em parceria com os shoppings, foram realizados mais de uma centena de ações neste ano, gerando fluxo e atrações para toda a família. Suas lojas se tornaram ponto de encontro para público de diferente idades e classes sociais. A história da Livraria Leitura começou em 1967 com a chegada do fundador Emídio Teles da cidade de Dores do Indaiá, do centro oeste mineiro. Primeiro, com o nome de Livraria Lê, marcou época na Galeria Ouvidor, no centro de Belo Horizonte. Depois, com ajuda dos irmãos Belmiro, Gervásio e do caçula Marcus a loja de troca e recuperação de livros se transformou em uma das maiores redes de livraria do país.
 
Hoje, o negócio continua sob controle da família Teles. Marcus Teles, o caçula de uma família de 15 irmãos, comanda a rede e preserva o "espírito familiar". Além dos irmãos e alguns sobrinhos e funcionários de carreira da própria empresa são promovidos a gerentes e depois se tornam sócios de uma das unidades. No ano passado, a Leitura vendeu cerca de 6 milhões de livros, o que representa cerca de 8% do volume comercializado no mercado privado do país. Apesar de sua diversificação em produtos e serviços, os livros ainda representam 55% do faturamento da empresa. A marca comercializada produtos de papelaria em geral, material escolar, linha de presentes e o grupo ainda conta com uma distribuidora atacadista de livros e a rede D+, que vende utilizados para o lar. O crescimento do grupo foi de 9% em 2018 e deve ser pelo menos repetido neste ano.
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade