Publicidade

Estado de Minas

Minas fica em primeiro lugar nas Olimpíadas de Matemática das Escolas Públicas

No total, os estudantes mineiros conquistaram 153 de medalhas de ouro, 413 de prata e 1.080 de bronze, totalizando 1.646 medalhas


postado em 01/12/2014 09:08 / atualizado em 01/12/2014 08:20

(foto: Divulgação/Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais)
(foto: Divulgação/Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais)
Pela oitava vez consecutiva, Minas Gerais ficou em primeiro lugar na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). O resultado da décima edição foi publicado na última sexta-feira, pelo site do campeonato. Os mineiros não só ganharam mais medalhas, como também ficaram em primeiro lugar no número de medalhas de ouro. No total, foram 153 de ouro, 413 de prata e 1.080 de bronze, totalizando 1.646 medalhas.

Entre os estudantes que se destacaram na disputa está Gabriel Brito Alkmim. O aluno disse preferir ciências à matemática, mas mesmo assim conquistou a medalha de ouro na categoria do 6º ano do ensino fundamental. “Foi a primeira vez que fiz a prova e ganhar medalha de ouro me deixa muito feliz”, contou Gabriel, que estuda na Escola Estadual Eloy Pereira, em Montes Claros.

Já Juliana Carvalho Souza, aluna do 8º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Santa Chiara, em Igarapé, é veterana na Obmep. Em outras edições, a estudante havia conquistado duas medalhas, uma de bronze e uma de prata, mas nesta, viveu maior emoção. Pela primeira vez, conquistou uma medalha de ouro. “É muito bom. Agora tenho uma coleção e ainda vou receber minha medalha das mãos da presidente, no Rio de Janeiro”.

Em todo o país, mais de 18 milhões de estudantes fizeram as provas da 10ª edição do torneio. São Paulo ficou em segundo lugar na competição, com 1.293 medalhas e 3,5 milhões de estudantes cadastrados.

Sobre a olimpíada


A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é dividida em três níveis. O primeiro é composto por estudantes do 6º e 7º anos do ensino fundamental, o segundo por alunos do 8º e 9º anos e o 3º nível por estudantes do ensino médio. O objetivo é estimular e promover o estudo da matemática entre os alunos das escolas públicas, além de contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica.

A competição é promovida pelos ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia e realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Aplicada (Impa) e pela Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade