Publicidade

Estado de Minas Universo das apostas

Busca por cassinos nos EUA tem aumento significativo em meio à pandemia

Estabelecimentos alcançaram excelente resultado nos primeiros três meses deste ano, em um movimento inédito desde o início da pandemia


26/05/2021 17:54

(foto: Jonathan Petersson-Unsplash)
(foto: Jonathan Petersson-Unsplash)

 
Quando a pandemia causada pelo novo coronavírus explodiu no mundo, diversos setores foram duramente afetados pela rápida disseminação da covid-19. Alguns dos mais atingidos foram os cassinos em diversas partes do planeta, especialmente nos Estados Unidos. Enquanto cassinos online surfaram a onda de sucesso, com jogos como bingo online, pôquer e roleta, os ambientes físicos sucumbiram à crise. 

Vacinação nos EUA influenciou o crescimento


Tudo começou a mudar com a eleição presidencial norte-americana. Enquanto Donald Trump esteve no poder, o ritmo da vacinação foi claudicante. Em janeiro, no entanto, assumiu o democrata Joe Biden. Em três meses de governo, Biden conseguiu vacinar 100 milhões de norte-americanos. A maioria deles recebeu a dose única da Jansen, ainda não disponível no Brasil.

O empenho na vacinação já começa a dar resultado em alguns segmentos, inclusive na indústria de apostas esportivas. Os cassinos dos EUA alcançaram seu melhor trimestre nos primeiros três meses deste ano, à medida que os clientes continuavam retornando em meio à pandemia de COVID-19 e o dinheiro que circula também na Internet ajudou a aumentar a receita das empresas do setor.

Números divulgados no dia 11 de maio pela American Gaming Association, o grupo de comércio nacional da indústria de cassinos, mostram que os cassinos comerciais do país arrecadaram mais de US$ 11,1 bilhões (cerca de R$ 60 bilhões) no primeiro trimestre deste ano. Os números correspondem ao melhor trimestre da história do setor, ocorrido no início de 2019, quando a pandemia era algo inimaginável. 

O mês de março foi particularmente bom: 12 estados norte-americanos apresentaram seus níveis mais altos de receita mensal. Ainda de acordo com o estudo, os valores de receita do primeiro trimestre de 2021 representaram um aumento de quase 18% em relação ao primeiro trimestre de 2020, quando a pandemia começou. 

“O relatório mostra que o retorno dos jogos de azar está acontecendo de maneira satisfatória”, disse Bill Miller, presidente e CEO da American Gaming Association. “Ao longo da pandemia, nosso setor enfrentou inúmeros desafios. Agora, estamos agindo com responsabilidade e proporcionando um ambiente seguro para os clientes. Ainda que estejamos vivendo uma série de restrições necessárias, estamos melhorando”. 

Reabertura dos cassinos: aumento no volume de clientes


Os cassinos na Pensilvânia e no Illinois tiveram permissão para reabrir após um fechamento obrigatório ocorrido entre 4 de janeiro e 16 de janeiro, respectivamente. No início de março, o Novo México se tornou o último mercado comercial de jogos a retomar as operações, após ter sido fechado por pouco menos de um ano. Quatorze dos 25 estados - que concentram mais de 75% dos cassinos do país - limitaram a ocupação do cassino a menos de 50% durante o trimestre.

Um dos poucos lugares onde os cassinos estavam operando com capacidade total no primeiro trimestre estão localizados em Dakota do Sul. Foi o primeiro estado a reabrir no ano passado, em 7 de maio de 2020. Terry Glebocki, CEO do Ocean Casino Resort em Atlantic City, disse que os volumes de clientes em sua propriedade aumentaram este ano. "Acredito que há uma demanda reprimida que está sendo extravasada neste momento de mais segurança", disse a empresária. 

Callie Driehorst, porta-voz da MGM Resorts International, disse que as coisas estão melhorando. “Vimos um progresso significativo desde o início do ano no que diz respeito à pandemia. Avançamos nas vacinações, o sentimento do consumidor mudou e as restrições de operação em cada estado estão diminuindo”, afirmou à ABC News. 

“Tem sido empolgante ver nosso negócio melhorar significativamente e desempenhar um papel na recuperação do setor e também na economia dos Estados Unidos. À medida que as tendências de negócios continuam a melhorar, continuaremos a posicionar nossos negócios para um crescimento sustentável de longo prazo", concluiu Callie.

Os jogos tradicionais de cassino geraram 90% da receita do primeiro trimestre de 2019. Março foi particularmente forte, com a receita de caça-níqueis e jogos de mesa chegando a 1% do total de março de 2019. 

Em março, estados estabeleceram recordes mensais de receita de jogos de azar: Arkansas, Colorado, Iowa, Maryland, Michigan, Missouri, Montana, Ohio, Oklahoma, Pensilvânia, Dakota do Sul e Virgínia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade