Publicidade

Estado de Minas DIVERSIDADE

Vale tem 25 vagas exclusivas para mulheres e PCD em Minas Gerais

As vagas oferecidas pela Vale são para o programa de formação profissional em cidades como Itabirito, Nova Lima, São Gonçalo do Rio Abaixo e Barão de Cocais


21/07/2021 09:21 - atualizado 21/07/2021 09:26

O programa da Vale é feito em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai)(foto: Free-Photos/Pixabay )
O programa da Vale é feito em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) (foto: Free-Photos/Pixabay )


Estão abertas até sexta-feira, dia 23 de julho, as inscrições para o Programa de Formação Profissional (PFP) da Vale. São cerca de 170 vagas para mulheres e pessoas com deficiência nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Pará.

As 25 vagas para Minas Gerais estão distribuídas entre as cidades de Itabirito, Nova Lima, São Gonçalo do Rio Abaixo e Barão de Cocais.

O PFP é feito em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e visa capacitar os participantes para desempenhar funções operacionais e técnicas em diversas áreas de negócio da Vale.

Os interessados devem se inscrever pelo site www.vale.com/oportunidades


Os candidatos precisam ter a partir de 18 anos e formação no ensino médio regular ou em cursos técnicos de nível médio, de acordo com a vaga. O período de aprendizagem teórica dura, aproximadamente, de quatro a seis meses e a aprendizagem prática ocorre nas instalações da Vale ou do Senai.

De acordo com Mira Noronha, gerente global de atração de talentos da Vale, o programa é a principal porta de entrada para cargos operacionais e técnicos na Vale e tem papel importante na construção de uma Vale ainda mais diversa e inclusiva. "Queremos atrair e qualificar mulheres e pessoas com deficiência porque estamos comprometidos em promover um ambiente cada vez mais diverso, em que as singularidades de cada pessoa sejam valorizadas e todos tenham igualdade de oportunidades para desenvolver seu potencial".

O processo seletivo ocorrerá entre os meses de julho e outubro e será dividido em cinco etapas. A previsão é de que o início da formação aconteça em novembro.

Além de bolsa-auxílio, os selecionados receberão os benefícios de vale atividade física (Gympass); reembolso creche e pré-escola; assistência médica, odontológica e farmacêutica.

Também terão acesso ao Apoiar, programa de assistência ao empregado que dá suporte jurídico, financeiro e psicológico; férias remuneradas; seguro de vida; vale-refeição ou refeitório no local de atuação; vale-transporte ou transporte no local de atuação; vale cesta de Natal, dentre outros benefícios.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade