Publicidade

Estado de Minas MERCADO

Michael Page revela que cresce contratação de profissionais técnicos no agronegócio

Mercado global aquecido e desenvolvimento de novas tecnologias impulsionam demanda por especialistas. Salário de até R$ 30 mil


21/08/2020 10:00 - atualizado 21/08/2020 10:52

(foto: Sarah Richter/Pixabay )
(foto: Sarah Richter/Pixabay )

A crescente utilização de novas tecnologias e mercado global aquecido promoveram uma nova onda de contratações de profissionais no agronegócio. É o que aponta levantamento feito pela Michael Page, empresa especializada em recrutamento executivo de média e alta gestão, parte do PageGroup.

De acordo com a consultoria, a busca por executivos técnicos cresceu 30% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano anterior.

Para Stephano Dedini, gerente executivo da Michael Page, a grande procura é reflexo do contínuo e acelerado desenvolvimento do setor nos últimos anos.

Segundo ele, o movimento deve continuar aquecido em decorrência do ambiente de melhoria de performance de gestão e de tecnologia que o setor vem passando.

"Com o advento de novos produtos e tecnologias do setor, as empresas estão buscando profissionais que tenham a capacidade de aliar a profundidade científica e a visão do cliente. São executivos com essas habilidades que o mercado busca", completa o gerente executivo.

Confira cargos mais demandados pelo agronegócio:


1 - Engenheiro de aplicação e suporte

O que faz: elo técnico entre cliente e empresa, desenvolvendo soluções de TI/automação para garantir o melhor desempenho de máquinas e equipamentos no campo, desde drones, sistemas de TI, geomonitoramento e automatização.

Perfil da vaga: forte profundidade técnica em TI, eletrônica e mecânica, e capacidade de entendimento de necessidades e customizações necessárias para cada cliente, com foco em resolução de problemas e melhorias.

Salário: R$ 6 mil a R$ 11 mil

Motivo para alta em 2020: a conexão entre hardware e software tem sido foco de desenvolvimento de novos produtos e aplicações e sistemas no setor do agronegócio, inclusive com várias startups do segmento.

2 - Coordenador de manutenção

O que faz: responsável por garantir disponibilidade dos equipamentos industriais, com viés de manutenção preventiva e preditiva, gerenciando custos e recursos de pessoas da área.

Perfil da vaga: além de conhecimento técnico profundo é importante a gestão e liderança de equipes e turnos, com olhar de performance e foco em resultado.

Salário: R$ 9 mil a R$ 12 mil

Motivo para alta em 2020: com o aumento da necessidade de desempenho industrial, aumento de volume e de turnos, a gestão preventiva busca o melhor desempenho dos maquinários, evitando paradas não-programadas. A gestão de times maiores tem se tornado tema recorrente em todos os subsegmentos do agro.

3 - Gerente de vendas/Gerente de território

O que faz: esses profissionais têm forte conhecimento do dia a dia dos clientes e buscam soluções e equipamentos que podem melhorar o desempenho do cliente, tendo também papel importante de direcionar as estruturas de pesquisa e desenvolvimento para que os novos produtos sejam alinhados com as necessidades do mercado.

Perfil da vaga: visão técnica e de vendas, com ótimo relacionamento com o cliente final, além do olhar de soluções e transformação para fomentar a agricultura de precisão no cliente final.

Salário: R$ 15 mil a R$ 20 mil

Motivo para alta em 2020: o movimento de aumento de desempenho no campo está diretamente ligado à capacidade de entrega de resultados, sendo um dos pilares para o crescimento do produtor. Estar próximo do cliente final e garantir o apoio e eficiência no atendimento são cruciais para os players do segmento.

4 - Gerente de produto e/ou assuntos regulatórios

O que faz: esses profissionais são capazes de alavancar as áreas de negócios, melhorar desempenho operacional, além de trabalhar, desenvolver e registrar novos produtos no país.

Perfil da vaga: forte profundidade técnica no segmento de atuação da empresa, bom entendimento das leis e órgãos regulatórios do setor, além de entendimento da necessidade final do cliente, formam um profissional com a capacidade necessária para inovar produtor no setor.

Salário: R$ 20 mil a R$ 30 mil

Motivo para alta em 2020: o desenvolvimento de novas moléculas e produtos para a melhoria de desempenho no campo tem ganhado forte intensidade no mundo.




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade