Publicidade

Estado de Minas OPORTUNIDADE

Conheça as 10 funções que mais abrem postos de trabalho

A vaga de vendedor contabilizou 103,6 mil admissões entre oportunidades de trabalho temporário e fixo, de acordo com levantamento do Banco Nacional de Empregos (BNE)


postado em 16/01/2020 14:03 / atualizado em 16/01/2020 14:03

A função que mais contratou em 2019, entre trabalhadores temporários e fixos, foi a de vendedor(foto: Photo Mix/Pixabay )
A função que mais contratou em 2019, entre trabalhadores temporários e fixos, foi a de vendedor (foto: Photo Mix/Pixabay )


A procura por emprego e recolocação no início de cada ano é uma maratona. Apesar da alta competitividade, tudo se torna melhor quando se tem em mãos informações sobre as profissões, vagas e cargos que mais têm ofertas de contratação com base em números e estatísticas do ano anterior.

A soma de contratações formais e de temporários no Brasil vai se aproximar de 1,5 milhão de vagas abertas no país. As estimativas da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) são de que a admissão de temporários cresceu 13,86% no fim de 2019.

Em números brutos, as projeções são da criação de 570 mil vagas em 2019, considerando períodos específicos, como Natal, Black Friday e Páscoa – em 2018, foram registradas cerca de 500 mil contratações por essa modalidade. Em relação aos postos de trabalho formais, foram criados 841.589 empregos, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

Um levantamento do Banco Nacional de Empregos (BNE), que conta com mais de 21 milhões de currículos em sua base de dados, mostrou que a função que mais contratou – tanto entre temporários quanto em vagas fixas – foi a de vendedor, com 103,6 mil admissões.

Na sequência, vieram vendedor externo (58,6 mil contratações), auxiliar administrativo (50,4 mil), representante comercial (46,1 mil), auxiliar de serviços gerais (40,7 mil), recepcionista (39,6 mil), atendente (34,2 mil), consultor de vendas (30,3 mil), auxiliar de cozinha (27,1 mil) e auxiliar de produção (24,9 mil).

De acordo com os dados do BNE, atualmente existem 415 mil vagas disponíveis no país em 138,5 mil empresas. A força do varejo é demonstrada pelo número de trabalhos formais criados em outubro do ano passado: dos 70,8 mil postos de trabalho abertos no mês segundo o Caged, 43,9 mil são do comércio.

"Percebemos esse mesmo movimento no setor de temporários. A partir de setembro, começam as contratações para suportar essa demanda de natureza periódica ou sazonal do fim de ano", explica o vice-presidente da Asserttem e presidente do Grupo Employer, Marcos de Abreu.

De acordo com Abreu, as perspectivas para 2020 são ainda mais otimistas para os postos de trabalho temporários, especialmente com as projeções de retomada da economia.

Diversas pesquisas apontam que a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) para 2020 está na ordem de 2,2%. "Nota-se que a maior parte das admissões está nos segmentos do varejo e de serviços. Esses setores estão diretamente relacionados ao consumo das famílias, que aumenta com o otimismo e também com a retomada dos empregos. Um fator acaba puxando o outro", opina Abreu.
 
Abaixo, as 10 funções com mais admissões pelo ranking do BNE:

1 – Vendedor: 103.597
2 – Vendedor externo: 58.616
3 – Auxiliar administrativo: 50.415
4 – Representante comercial: 46.168
5 – Auxiliar de serviços gerais: 40753
6 – Recepcionista: 39.691
7 – Atendente: 34.233
8 – Consultor de vendas: 30.357
9 – Auxiliar de cozinha: 27.161
10 – Auxiliar de produção: 24.945


Mais informações: https://www.bne.com.br/ .










Publicidade