Publicidade

Estado de Minas OPORTUNIDADE

Inscrições abertas para trabalho na Alemanha

Prazo dado pela AFS Brasil é até dia 31 de janeiro para o intercâmbio com bolsas parciais


postado em 14/01/2020 14:10 / atualizado em 14/01/2020 14:10

Podem participar jovens de 18 a 27 anos com ensino médio completo, universitários ou recém-formados (foto: Kurious/Pixabay )
Podem participar jovens de 18 a 27 anos com ensino médio completo, universitários ou recém-formados (foto: Kurious/Pixabay )


O AFS Intercultura Brasil está com inscrições abertas, até o dia 31 de janeiro, para bolsas parciais de intercâmbio de trabalho voluntário na Alemanha. Podem participar jovens de 18 a 27 anos, que tenham conhecimento do idioma alemão (mínimo nível A2), ensino médio completo, universitários ou recém-formados.

Serão selecionados oito jovens, que vão embarcar em julho e agosto deste ano, para intercâmbio com duração de 12 meses. Eles vão trabalhar com recreação infantil, cuidado com idosos ou pessoas com necessidades especiais, conservação de fazendas ecológicas e parques nacionais.

Os selecionados terão alimentação e alojamento, ajuda de custo (mínimo de 100 euros por mês), 20 dias de férias, 25 dias de seminários e orientação distribuídos ao longo do programa, além de 200 euros para frequentar um curso de alemão.

A taxa de participação é de US$ 2 mil, com passagem aérea de ida e volta inclusa, seguro de saúde do governo alemão, transporte da moradia até o local de trabalho voluntário (quando necessário) e para treinamentos.

A inscrição é gratuita e pode ser feita no site do AFS Brasil. Esta é a sexta edição do programa de bolsas parciais, iniciativa do AFS Brasil e do AFS Intercultura Alemanha.

O foco é promover trabalho voluntário, aprendizagem mútua e intercâmbio intercultural.

Mais informaçõeswww.afs.org.br/sobre-o-afs/bolsas-de-intercambio/.

Sobre o AFS

Com sede em Nova York, presente em mais de 60 países e 105 anos de existência, o AFS – uma ONG sem fins lucrativos – está no Brasil desde 1956. Já enviou e recebeu cerca de 14 mil intercambistas, em parceria com cerca de 400 escolas.

Hoje, conta com quase mil voluntários que formam  a rede de atuação em mais de 100 cidades do Brasil, onde possibilitam a realização de programas e desenvolvem as atividades que apoiam as experiências interculturais de todos os envolvidos.

O AFS é atualmente apoiado por 500 mil voluntários e 10 mil famílias hospedeiras ao redor do mundo. Em 2019, o AFS Intercultura Brasil, que faz parte da rede AFS Intercultural Programs, foi reconhecido com umas das 100 melhores ONGs pelo Instituto Doar e a Rede Filantropia (https://melhores.org.br/em2019/).

 


Publicidade