Publicidade

Estado de Minas

Enem 2019: prova mantém estilo de anos anteriores, apesar de novo governo

Exame contraria expectativas de mudança, depois de acusação de Bolsonaro sobre uso ideológico da avaliação. Teste abordou muitas temáticas ligados direitos humanos, como o preconceito


postado em 03/11/2019 17:14 / atualizado em 03/11/2019 20:04

Leandro Couri/EM/D.A Press
Candidatos fazem neste domingo provas de linguagens, ciências humanas e redação (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) prova manteve padrões de anos anteriores, apesar das discussões do novo governo em torno da avaliação que dá acesso às universidades públicas federais. Foi o que mostrou o primeiro dia da prova. Neste domingo (3), o Enem testa conhecimentos nas áreas de linguagens, ciências humanas e redação.



Mais de 5 milhões candidatos se inscreveram no Enem. Desde as eleições de 2018, o exame esteve no alvo de uma polêmica sobre o uso ideológico da avaliação.

O ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Marcus Vinícius Rodrigues, chegou a declarar que havia a possibilidade de o presidente Jair Bolsonaro avaliar as questões do Enem antes de a prova ser aplicada.

Em novembro passado, ao criticar uma das questões do Enem que abordava o pajubá - conjunto de expressões usadas pela população LGBT -, o ainda candidato Jair Bolsonaro afirmou que em 2019 leria a prova antes de ela ser aplicada. A intenção seria garantir que o banco de questões "não terá postura ideológica".

Pouca coisa mudou. Havia uma expectativa de mudança substancial, mas a prova manteve a trajetória e os conteúdos cobrados”, afirma o professor do curso preparatório Chromos, Leonardo Caetano Miranda, que fez o Enem neste domingo (3).

No caso de sua área, geografia, esperava-se que houvesse a cobrança de geografia física, em detrimento da humana, o que acabou não se confirmando. “Também não tivemos tantas atualidades na prova de humanas, mas uma recorrência de assuntos que eram previstos”, comenta. As questões abordaram temas esperados como barreiras migratórias. 

De forma geral, o que se viu foi uma avaliação bastante interpretativa e tudo indica que as provas de matemática e ciências da natureza, no próximo domingo, sigam a mesma linha. “A prova cobrou muito a capacidade do candidato de interpretar e associar o conteúdo estudado com o que está sendo pedido na questão”, diz.

Ele também observou que os textos abordados nas questões eram bem atuais, publicados neste ano e no passado.

 

Sobre o Enem 2019

 

Com mais de 5 milhões de inscritos confirmados em todo o país, o principal caminho para ingresso no ensino superior no Brasil chega ao seu vigésimo primeiro ano e gera expectativas nos candidatos às vagas nas várias universidades públicas espalhadas pelo país. 

 

Serviço

 

Hotsite – chromos.com.br/gabaritoenem

Facebook - facebook.com/ChromosOficial

Instagram - @chromos_oficial

Youtube - /RedeChromos 


Não perca, nos dois domingos, gabarito extraoficial das provas do Enem 2019, parceria Chromos/Portal Uai. O tema da redação também será comentado pelos professores do Chromos.


Publicidade