Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Teto de gastos está obrigando sociedade a fazer escolhas, afirma Sachsida


04/06/2021 19:41

O secretário de Política Econômica da Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou nesta sexta-feira, 4, que o teto de gastos orçamentários está obrigando a sociedade a fazer escolhas.

"O teto de gastos está cumprindo uma função", afirmou, durante evento virtual. O teto é gastos é a regra fiscal que limita as despesas públicas ao equivalente ao orçamento do ano anterior, corrigido pela inflação.

Sachsida afirmou ainda que é preciso reconhecer erros e acertos na política econômica do governo. No entanto, segundo ele, as medidas adotadas na pandemia do novo coroanvírus foram acertadas. "Temos que reconhecer os acertos da política econômica para minimizar a crise", afirmou.

O secretário também abordou o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre deste ano, que subiu 1,2% em relação ao quarto trimestre de 2020. "Mais importante que olhar o número do PIB no trimestre é ver a qualidade dele", disse. Sachsida também fez a defesa do consenso político para se avançar na agenda econômica. Segundo ele, é melhor avançar nos consensos que ficar no 'é do meu jeito ou não é'".

Ao tratar da relação do governo federal com Estados e municípios, ele afirmou que nenhum outro governo em toda a história promoveu tantos repasses de recursos quanto a administração Bolsonaro. "Os novos marcos legais, como os de saneamento e a lei do gás, também possibilitam novos recursos para Estados e municípios", disse.

O secretário participou hoje do evento virtual "Crescimento econômico de curto e longo prazo: oportunidades e desafios", promovido pelo Observatório do Federalismo Brasileiro (OFB).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade