Publicidade

Estado de Minas COMEMORAÇÃO

Comércio mineiro espera movimento de R$ 177 milhões pelo Dia dos Namorados

Dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Pesquisa da Fecomércio mostra que 60% dos empresários estão otimistas com a data


02/06/2021 19:20 - atualizado 02/06/2021 20:02

Comércio varejista está otimista com as vendas para o Dia dos Namorados, em 12 de junho(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Comércio varejista está otimista com as vendas para o Dia dos Namorados, em 12 de junho (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O Dia dos Namorados promete boas vendas para o comércio varejista mineiro. Uma pesquisa de expectativas dos empresários foi divulgada nesta quarta-feira (2/6) pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio-MG). Nela, 57,7% dos entrevistados afirmaram que a data terá impacto positivo no estabelecimento.
 
A pesquisa foi feita pela área de Estudos Econômicos da Fecomércio-MG, com 402 empresas entre 10 e 14 de maio. A data afeta positivamnete 57,4% dos estabelecimentos, principalmente os que fazem venda de livros, jornais, revistas e papelaria (90%).
 
Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), R$ 1,8 bilhão deve ser movimentado no período. O valor representa alta de 29,4% em relação ao mesmo período do ano passado, quando houve o início do processo de flexibilização da economia após as restrições impostas pela pandemia.

Em Minas Gerais, a data comemorada em 12 de junho deve gerar R$ 177,6 milhões.
 
Para melhorar as vendas, 45,7% dos comerciantes vão investir em propaganda e 34,8% pretendem oferecer promoções e liquidações para atrair o consumidor.

O otimismo e valor afetivo da data fazem 45,7% dos empresários acreditarem que o desempenho será superior ao de 2020.

De acordo com a economista da Fecomércio-MG, Gabriela Martins, a flexibilização das atividades pode justificar essa expectativa: “Diferentemente das outras datas comemorativas, como o Dia das Mães, o Dia dos Namorados ocorre em um período com maior abertura do comércio”.

Apesar disso, 29% dos entrevistados acreditam que a pandemia e a continuidade da crise econômica são motivos para ter vendas inferiores à 2020.
 
A maioria dos empresários acreditm que as compras serão feitas mais perto da data, e os consumidores devem gastar entre R$ 70 e R$ 200 para presentear, com pagamentos no cartão de crédito.
 
*Estagiária sob supervisão da subeditora Kelen Cristina


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade