Publicidade

Estado de Minas REDE PRIVADA

Número de beneficiários de planos de saúde é o maior em cinco anos

Em um ano, assistência médica privada chegou a 48 milhões de adesões; pessoas acima de 59 anos fazem parte do público que mais assinou contrato


22/04/2021 18:16 - atualizado 22/04/2021 19:39

Operadoras de plano de saúde receberam mais beneficiários acima dos 59 anos durante a pandemia (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Operadoras de plano de saúde receberam mais beneficiários acima dos 59 anos durante a pandemia (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou nesta quinta-feira (22/4) o balanço com dados atualizados do monitoramento feito no setor de planos de saúde durante a pandemia de COVID-19. 
 
Para analisar os indicadores assistenciais, a ANS coletou informações de 50 operadoras que possuem rede hospitalar própria. Já os dados econômico-financeiros foram avaliados com 96 operadoras. Ao todo, os dados coletados nas 146 operadoras correspondem a 74% dos beneficiários de planos de saúde médico-hospitalares do país. 
 
Desde o início da pandemia, a agência monitora indicadores relevantes do setor. Um dos principais destaques analisados é o crescimento no número de beneficiários, que registrou cerca de 48 milhões em março, maior número desde setembro de 2016. 
 
Em um ano, todas as modalidades de contratação tiveram aumento, sendo o maior percentual registrado nos planos coletivos empresariais, com 2,48% a mais em relação a março de 2020. Quem mais assinou convênios médicos foram pessoas acima de 59 anos.
 
A taxa de ocupação nos leitos para COVID-19 e outros procedimentos apresentou aumento em março, chegando à 76%.  Segundo a ANS, essa informação considera os leitos comuns e de UTI dos hospitais próprios das operadoras levantadas, que representam 12,2% do total de leitos disponíveis na rede assistencial de planos privados.
 
Assim como os dados dos boletins epidemiológicos municipais e estaduais, a taxa dos leitos específicos para COVID-19 bateu recorde em março, atingindo 80%. Enquanto a taxa mensal dos leitos para outras doenças e procedimentos demonstrou leve queda, passando para 73%. 
 
A busca por atendimentos de Serviços de Apoio Diagnóstico Terapêutico (SADT), que avalia a tendência quanto a utilização de procedimentos eletivos fora dos hospitais, ficou acima do registrado em março de 2020, com aumento de 37,1%. A agência destaca que, no ano passado, já se observava queda na procura por exames e tratamentos eletivos por causa do início da pandemia.
 
O exame mais confiável para detecção da COVID-19, o RT-PCR, chegou a 690.330 testes só em dezembro de 2020, aumento de 12,9% em relação ao mês anterior. Os dados foram coletados até janeiro deste ano, mês que registrou 364.624 exames PCR e 77.456 testes do tipo sorológico.  

A ANS reforça que os números são maiores e sofrerão reajustes à medida que as cobranças forem encaminhadas dos prestadores de serviços às operadoras e, posteriormente, para a agência.      

O mês de março foi marcado pelo aumento nas despesas assistenciais e percentuais menores na inadimplência. O índice de sinistralidade de caixa registrado ficou em 72%, queda de sete pontos percentuais em relação a janeiro (79%). 

Quanto ao pagamento das mensalidades de março, a agência reguladora afirma que o índice geral manteve estabilidade em 7% e a diminuição da inadimplência se deve ao fato de a parcela ter vencido em um dia útil, ao contrário dos meses anteriores.

Outro indicador analisado são as reclamações dos consumidores, que registraram 15.236 demandas pelos canais de atendimento da ANS, aumento de aproximadamente 26,1% em comparação ao mês anterior e de 26,9%, em comparação a março de 2020.

Dessas, 1.525 foram relacionadas à COVID-19, sendo que 51% dizem respeito a dificuldades para realizar exames e tratamentos. Outras 34% foram sobre outras assistências afetadas pela pandemia e 15% são reclamações de temas não assistenciais, como termos de contrato. 
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade