Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Waldery: queda no PIB coloca Brasil em posição relativa melhor que outros países


03/03/2021 14:07

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, comemorou de maneira "comedida e conservadora" a retração de 4,1% na economia em 2020, anunciada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na manhã desta quarta-feira. Ele ressaltou que a queda foi bem menor do que estimativas divulgadas no início do ano passado para a economia brasileira e coloca o Brasil em uma posição "bastante satisfatória" na comparação com outros países.

"A queda estava próxima das nossas estimativas e um dos pontos mais importantes é que, em termos relativos, nós tivemos uma performance muito boa. É uma comemoração comedida, uma comemoração conservadora, no sentido de que a retração do PIB foi muito abaixo do que foi estimada", afirmou ele, em entrevista coletiva virtual para comentar o resultado. "A retração do PIB foi muito abaixo das estimativas divulgadas no ano passado para a economia brasileira. O Fundo Monetário Internacional (FMI) chegou a prever queda de 9,1% e, o Banco Mundial, de mais de 8%."

Rodrigues atribuiu o resultado a medidas adotadas pelo governo para fazer frente à pandemia do coronavírus. "Tivemos dotação de R$ 632 bilhões para combate à covid em 2020, dos quais foram pagos R$ 539 bilhões", apontou.

O secretário citou dados do crescimento econômico de outros países como as quedas de 11% no PIB da Espanha, 9,9% do Reino Unido, 8,9% da Itália e 8,7% do México. "Tivemos posição bastante satisfatória em termos internacionais", declarou.

Ele ressaltou o resultado do investimento, que ficou acima de 16% pela primeira vez nos últimos anos, e disse que o dado reforça estimativa do governo de que a economia brasileira está em recuperação. "É sempre uma comemoração bastante conservadora, buscando aprender com o passado", acrescentou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade