Publicidade

Estado de Minas EM MEIO À CRISE

Parceria entre entidades e governo de MG promete 'salvar' pequenos negócios

Projeto "Desenvolve Minas Gerais", parceria entre AMM e Sebrae, com apoio do governo, chega em momento de forte retração na economia do estado


14/08/2020 12:40 - atualizado 14/08/2020 13:10

Intuito é focar principalmente nos pequenos empreendedores e produtores, principais prejudicados pela crise(foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A. Press)
Intuito é focar principalmente nos pequenos empreendedores e produtores, principais prejudicados pela crise (foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A. Press)
Com a presença do governador Romeu Zema (NOVO), foi lançado na manhã desta sexta-feira (14) o projeto "Desenvolve Minas Gerais", parceria entre a AMM (Associação Mineira de Municípios) e o Sebrae, que conta com o apoio do governo do Estado e de outras entidades. O objetivo é dar estrutura para pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo em Minas Gerais.

A intenção do projeto é desenvolver ações para capacitar e criar ambientes favoráveis para a sobrevivência de pequenos negócios em Minas Gerais. Sem detalhar mais profundamente, as entidades afirmaram que isso acontecerá com criação de estratégias de desenvolvimento econômico local e por meio de cursos, capacitações e treinamentos aos pequenos empresários. Garantiram também que os 853 municípios de Minas serão beneficiados com a iniciativa. 

O projeto vem em um momento "devastador" para a economia mineira, como definiu o diretor técnico do Sebrae, João Cruz. Somente em 2020, segundo ele, Minas sofreu uma redução de 75 mil postos de trabalho, além de uma redução de 6% na abertura de micro e pequenas empresas e um crescimento de 6% no fechamento de negócios dessa mesma natureza. 

Em sua fala, o governador enfatizou o apoio do governo à medida. "Um programa como esse cai como uma luva em uma hora em que a economia precisa se recuperar", afirmou. Em seguida, Zema celebrou ações do governo para "simplificar a vida de quem trabalha", como dispensa de alvarás e digitalização de processos e procedimentos.

Zema também reservou parte da sua fala para comemorar resultados positivos em Minas. Apesar da crise, o acumulado de investimentos privados no primeiro semestre no estado foi de R$ 9,7 bilhões, mais que o dobro do valor registrado nesse mesmo período em 2019, segundo informações do Indi (Agência de Promoção de Investimentos e Comércio Exterior em Minas Gerais).

Julvan Lacerda, presidente da AMM, também participou da cerimônia e comentou a queda de, em média, 30% na arrecadação dos municípios mineiros e o consequente reflexo nas dificuldades passadas pelos pequenos empreendedores. "Se o pequeno produtor é fortalecido, o dinheiro circula na mão dele e isso aquece a economia, os cofres do estado", defendeu.

O convênio entre as entidades foi assinado no final do ano passado, mas teve que ser reestruturado em virtude da pandemia. O "Desenvolve Minas Gerais" vem com a promessa de ser um apoio para atravessar a crise do coronavírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade