Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

'Há vantagens, prós e contras no dólar como está agora', avalia Bolsonaro

O presidente, no entanto, não explicou quais seriam os benefícios ou contraindicações da alta do dólar, que nesta terça-feira abriu em R$ 4,25


postado em 26/11/2019 09:47 / atualizado em 26/11/2019 10:10

(foto: EVARISTO SÁ/AFP)
(foto: EVARISTO SÁ/AFP)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (26) que há prós e contras na cotação atual do dólar. Nesta segunda-feira, 25, o dólar fechou a R$ 4,2145, o maior valor nominal do Plano Real. "Se você for analisar na ponta da linha tem vantagens, prós e contras no dólar a R$ 4,21 como está agora", disse Bolsonaro ao ser questionado sobre afirmação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

O ministro declarou não estar preocupado com o dólar acima de R$ 4,20 e que vê o patamar da moeda como "normal". "Eu vi, ouvi, se ele falou, está falado. Eu espero que caia (patamar do dólar), torço, assim como torço que caia a taxa Selic, torço que aumente nossa credibilidade junto ao mundo. Agora, como eu disse, eu sou técnico de time de futebol, quem entra em campo são os 22 ministros. Paulo Guedes está jogando na Economia. Se você for analisar, na ponta da linha tem vantagens, prós e contras no dólar a 4,21 como está agora", disse o presidente.


Publicidade