Publicidade

Estado de Minas

EUA nega apoio à entrada do Brasil na OCDE, anunciada por Bolsonaro em março

Apesar de Donald Trump ter publicamente dado apoio, Mike Pompeo, secretário do estado, nega e diz que os EUA vai apoiar apenas a Argentina e a Romênia


postado em 10/10/2019 14:35 / atualizado em 10/10/2019 15:20

(foto: AFP / Brendan Smialowski )
(foto: AFP / Brendan Smialowski )
Após a visita do presidente Jair Bolsonaro ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em março deste ano, foi anunciado o apoio dos EUA à entrada do Brasil na lista da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Porém nesta quinta-feira o governo americano se recusou a endossar a tentativa do Brasil. O anúncio foi feito por Mike Pompeo, secretário de Estado, na Casa Branca.

Em comunicado feito por carta, Pompeo contradiz o presidente brasileiro e o próprio Trump. Em julho deste ano, o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, havia reiterado o apoio em visita em São Paulo. Na carta, Pompeo deixou claro que Washington apoia apenas as candidaturas de adesão da Argentina e Romênia.

“Os EUA continuam a preferir a ampliação a um ritmo contido que leve em conta a necessidade de pressionar por planos de governança e sucessão”, afirmou o secretário.

O governo americano está trabalhando para as entradas de Argentina e Romênia, tendo em vista os esforços de reforma econômica e o compromisso com o livre mercado desses países. A negativa de entrada dos seis países teria relação com essa disputa e acabou atingindo o Brasil, os EUA são contra a inclusão de novos países europeus ou de áreas de influência da Europa.

Em troca do apoio prometido por Trump, Bolsonaro dispensou a exigência de visto norte-americano e começou a renunciar tratamentos especiais destinados a países em desenvolvimento em negociações com a Organização Mundial do Comércio (OMC), etapa necessária para a adesão. A apresentação do pedido para a adesão do Brasil na OCDE foi feita em 2017. Nenhum comunicado foi feito pelo governo brasileiro. 


*A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade