Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Em novo ataque, Trump diz que Fed precisa "acordar" e pede grande corte de juros


postado em 21/08/2019 10:21

São Paulo, 21/08/2019 - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a atacar hoje o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e seu comandante, Jerome Powell, por manter taxas de juros relativamente altas.

"Estamos concorrendo com muitos países que têm uma taxa de juros bem menor, e nós deveríamos (ter juros) menores do que as deles", disse Trump em sua conta oficial no Twitter.

Segundo Trump, o Fed precisa "acordar" e Powell vem apenas tomando decisões erradas e "nos decepcionando".

Trump disse ainda que os EUA "estão indo muito bem com a China e outros acordos comerciais" e que o "único problema" são Powell e o Fed.

"Ele é como um golfista que não consegue acertar o buraco, ele não tem tato," disse Trump sobre Powell, acrescentando que os EUA cresceriam com força se o presidente do Fed fizesse "a coisa certa" e cortasse as taxas de juros significativamente.

As críticas de Trump vêm horas antes de o Fed divulgar a ata de sua reunião de política monetária do fim de julho, quando o BC americano cortou os juros básicos em 25 pontos-base.

No começo da semana, Trump defendeu que o Fed corte juros em um ponto porcentual "num curto período de tempo".


Publicidade