Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

BoJ pretende manter juros baixos pelo menos até meados de 2020, diz Kuroda


postado em 22/07/2019 12:44

O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, declarou que o banco central japonês manterá a política de relaxamento monetário para aquecer a economia e impulsionar a inflação no país para a meta de 2%.

Em discurso durante conferência do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Washington, Kuroda afirmou que o BoJ considera adequado manter os juros a níveis baixos até meados do ano que vem.

O economista destacou que além dos juros, o programa de relaxamento quantitativo e qualitativo também contribuiu para reverter a situação de deflação que acometeu a economia japonesa por quase 15 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade