Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Materiais e mão de obra desaceleram inflação da construção no IGP-DI


postado em 07/06/2019 13:38

Os aumentos mais brandos nos custos da mão de obra e de materiais de construção em maio desaceleraram a inflação do setor no Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI), informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI) subiu 0,03% em maio, ante um avanço de 0,38% registrado no mês anterior.

O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços aumentou 0,06% em maio, ante uma alta de 0,58% antes. O custo dos Materiais e Equipamentos passou de alta de 0,63% em abril para aumento de 0,05% em maio, enquanto os Serviços desaceleraram de 0,42% para 0,12%.

Já o índice que representa o custo da Mão de Obra teve elevação de apenas 0,01% em maio, ante um aumento de 0,20% em abril.

O IGP-DI, por sua vez, ficou em 0,40% em maio, ante 0,90% no quarto mês do ano. O resultado do indicador ficou dentro do intervalo das projeções do mercado financeiro, que estimavam uma alta entre 0,06% e 0,51%, mas acima da mediana positiva de 0,30%, de acordo com as instituições ouvidas pelo Projeções Broadcast.

Com o resultado, o IGP-DI acumulou uma elevação de 3,75% no ano. A taxa acumulada em 12 meses ficou em 6,93%.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade