Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Mesmo sem acordo, governo insiste em votar crédito extra nesta quarta


postado em 04/06/2019 20:56

O Planalto tentará aprovar, nesta quarta-feira, 5, o projeto que abre um crédito suplementar no valor de R$ 248,9 bilhões e impede que o governo descumpra a chamada regra de ouro. Não há acordo entre deputados e senadores, no entanto, em torno da proposta. O texto está pautada para ser votado na Comissão Mista de Orçamento (CMO) às 10 horas e em uma sessão conjunta do Congresso Nacional agendada para as 14 horas.

Nesta terça-feira, 4, a líder do governo no Congresso, Joice Hassellmann (PSL-SP), foi ao Senado e pediu ao presidente da CMO, senador Marcelo Castro (MDB-PI), e ao relator do texto, deputado Hildo Rocha (MDB-MA), para manter a votação nesta quarta enquanto o governo corre para tentar costurar um acordo com parlamentares. Castro disse que colocará o projeto em votação. "O clima não está bom", disse o senador ao Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. "Não é só a questão técnica, é a questão política, que tem que compreender", declarou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade