Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Guedes: 'Liberar FGTS sem reforma é voo da galinha, não adianta'

Semana passada, Guedes disse que o governo estuda liberar saques de contas do FGTS e do PIS/Pasep, para injetar recursos na economia


postado em 04/06/2019 18:16 / atualizado em 04/06/2019 18:54

(foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
(foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que liberar saques de recursos do FGTS antes da reforma da Previdência é "voo de galinha". "Não adianta dar esse estímulo antes da reforma. A economia está parada no fundo do poço, não está afundando mais, mas, para subir, só com reformas", afirmou, em sessão na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados.

Na semana passada, Guedes disse que o governo estuda liberar saques de contas do FGTS e do PIS/Pasep, para injetar recursos na economia.

Militares


Guedes disse que cabe ao Legislativo enquadrar ou não os militares nas regras propostas pelo governo para a reforma da Previdência.

"A resposta é simples: os senhores legislam. Quando me perguntam sobre isso eu coloco um espelho. Os senhores que mudem os projetos, que coloquem os militares no regime geral", respondeu. "Nós fizemos a nossa parte e colocamos todo mundo na Previdência", completou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade